×

Nós usamos os cookies para ajudar a melhorar o LingQ. Ao visitar o site, você concorda com a nossa política de cookies.


image

Esportes (Sports), Vocabulário de Futebol - Palavras e Expressões - Português para estrangeiros (2)

Vocabulário de Futebol - Palavras e Expressões - Português para estrangeiros (2)

Bateu a mão na cara.

Então tem um nome para isso.

Começando aqui a lista,

você pode ter o carrinho.

O carrinho, que é o mais famoso, de você entrar...

assim, né?

É um carrinho maldoso, mal-intencionado.

Você pode ter uma mãozada.

Caramba, ele levou uma mãozada.

O cara fez assim para correr e deu uma mãozada

na cara dele.

Na cara dele.

Cabeçada também.

Como aquela bem famosa né, daquele Zidane lá.

Uma joelhada também, ok?

Com o joelho. Uma joelhada.

Levou uma joelhada na cara.

Canelada, que é a canela,

a parte da perna, né? A canela.

Você levou uma canelada.

Dedada também, né?

Às vezes no jogo, o cara mexe lá e

mete o dedo no olho da outra pessoa.

Caramba, levei uma dedada aqui no olho.

Juiz!

Falta aqui, ó.

Cotovelada.

Levou uma cotovelada, ok? Uma cotovelada.

Calcanhada, com a parte de trás do pé.

Uma calcanhada.

Ou você pode meter o pé,

com a sola do pé em cima da coxa do outro jogador.

Então isso aí é uma selada.

O cara levou uma selada.

Ou também, naquele momento que os dois estão

correndo atrás da bola e...

se chocam, né? Os dois.

Se bate. A gente fala que foi uma dividida.

E muitas vezes, na dividida,

não é falta, né? Tem dividida que é normal

e tem dividida que é mal-intencionada também, né?

Você dá ali para a pessoa cair,

para se machucar.

Mas isso aqui é uma dividida.

Nessas divididas, pode acontecer uma lesão,

alguma coisa.

Você pode falar que uma pessoa sofreu uma lesão

e também que levou uma pancada, ok?

A pancada sempre vai estar com um golpe, ok?

Ser lesionado ou sofrer uma lesão

não necessariamente está conectado com alguém

batendo em você.

Você pode estar correndo e...

caramba, fui lesionado, né? Tipo...

sofri uma lesão.

Muito comum é quando os jogadores torcem o tornozelo.

Então, estão correndo e o pé faz assim

e incha, né? A parte do pé.

Então você sofreu uma lesão,

você torceu o tornozelo.

Já falando de torcer,

você também pode torcer para a sua equipe,

para o seu time, ok?

Seu time de futebol.

Que em espanhol fala "el equipo",

em português a gente fala "time de futebol".

Qual é o seu time de futebol?

Participe nos comentários.

Claro que você é um torcedor, você torce.

Eu sou um torcedor e eu torço.

Não somente no jogo de futebol,

mas eu posso torcer para alguma coisa dar certo.

E pode não ter nem a ver com futebol.

Tô torcendo para isso funcionar,

tô torcendo... é como...

estou contando com que isso funcione.

Claro também que vai ter a torcida organizada, né?

Que é aquela torcida fiel, fiel, fiel

do time de futebol.

Detalhe: no Brasil, a torcida organizada do Brasil

é muito forte.

A galera é louca geral.

Você tem que ver os jogos de futebol no Brasil,

é uma coisa de outro mundo.

Para você ter noção, a torcida organizada é tão forte

que tem equipes, tem time de futebol,

que não podem ter a torcida do time A

e a torcida do time B.

Vai jogar o time A e só pode ter a torcida do time A.

Ou seja, não pode ter a torcida do outro.

A torcida organizada, ou a torcida em geral,

não se mistura.

Tudo isso por conta de confusão que pode acontecer

porque tem muita gente que passa dos limites, né?

Com questão de futebol. Não é uma torcida ali, amigável.

É uma torcida violenta

que é capaz de fazer tudo

para dizer que o seu time é melhor.

Alguns times de futebol que nunca pode se misturar a torcida.

Quatro times até agora, no Brasil,

que por lei, a torcida não pode estar misturada.

Ou seja, nunca pode misturar a torcida desses quatro

times de futebol.

São Paulo, Palmeiras, Corinthians e Santos.

Falando dos clássicos.

Quando São Paulo e Corinthians vão jogar,

a gente fala que vai ter o majestoso.

É o nome desse clássico, é o majestoso.

São Paulo e Palmeiras, vai ter choque rei.

Vai ter choque rei. Choque rei.

São Paulo e Santos, vai ter sansão.

E Corinthians e Palmeiras, que seria derby.

Então imagina a loucura misturar a torcida organizada

e a torcida geral desses times de futebol.

Nossa, é explosão, é caos.

Agora voltando aqui para o juiz, para o árbitro.

Ele pode apitar a falta normal.

Apitou a falta, para.

Pode dar um cartão amarelo

ou pode dar um cartão vermelho, né?

Você tá expulso do jogo.

Agora, falando de vestimenta, da cintura...

da cintura pra...

falando de vestimenta, da cintura pra baixo,

porque em cima, a camisa é mais simples, né?

A gente tem a cueca, que é a roupa interior, ok?

A cueca do jogador.

Tem o short do jogador, tem a caneleira,

que é para colocar na canela,

para proteger dos golpes, dos impactos.

Tem o meião, que é a meia,

que é aquela grande que você coloca e sobe a meia.

Tem a chuteira, que seria o tênis para jogar futebol,

é a chuteira.

Você pega o cordão, que é o cadarço,

você dá um nó bem feito, ok? Um nó.

E embaixo da chuteira, você vai ter os cravos da chuteira.

Então imagina, você vai jogar um campo

e alguém tá sem chuteira.

"Não, eu jogo descalço, não tem nada não".

Cara, você tá louco. Jogar descalço?

Todo mundo tá jogando com chuteira.

Chuteira com cravo.

Você joga com chuteira com cravo,

é para dar justamente o apoio para você correr,

para cravar, né?

Imagina você lá, jogando de pé descalço

e toma uma cravada no pé.

Já era.

Um detalhe aí para a faixa que o capitão usa no braço, ok?

A faixa.

Você usa uma faixa no braço.

Tá chegando no final do jogo e tem várias interrupções, né?

Então no final, tem os acréscimos,

para compensar o que foi perdido durante o jogo,

de tempo.

Quando terminam os acréscimos e o jogo não desempatou,

ainda não se sabe quem ganhou,

não tá decidido,

então prorrogação.

Então vai ter outros dois tempos bem mais curtos, ok?

E se ainda assim não funcionar,

não desempatar, então vai pros pênaltis.

Você pode bater o pênalti de cavadinha,

é o estilo para você bater.

Você pode chutar forte, ok?

Chutar forte.

E algumas derivações de chutar forte seria

meter um canudo.

Meter um bombaço.

Caramba, o cara meteu um bombaço.

Meteu uma bomba também.

Você pode meter uma bomba, um bombaço,

um canudo e fazer o gol.

Fiz o gol. Beleza.

Mas tem aqueles bombaços que a bola vai lá...

o cara chuta na lua.

Caramba, chutou na lua.

Ou também: mano, fiquei puto ontem.

O cara foi bater um pênalti lá, decisivo

e deu um balão.

Você dar um balão, a bola vai lá em cima.

É como um chute na lua também.

Dar um balão.

Faltou um aqui, relacionado com muita força,

que é bater furando a rede.

Quando você bate furando a rede,

a bola vai tipo, muito rápido.

Tipo, a ponto de passar pela rede.

Furou a rede. Tipo "Super Campeões".

Você também pode chutar rasteiro,

que a bola vai por baixo, não sobe.

Você pode chutar a bola colocada,

que já é mais direcionada em algum lugar, embaixo.

É um chute mais preciso, digamos.

O cara bateu o pênalti colocado lá no cantinho direito.

Canto, em português,

você pode usar também como lugar.

No canto da trave, bateu no travessão.

E claro, que para você fazer um gol,

geralmente você tem que bater com jeito.

Você tem que bater com precisão, bater com jeito, ok?

Se você bater sem jeito,

se você vai correndo, sabe o que vai fazer

e na hora, você perdeu ali o ritmo, perdeu a velocidade,

perdeu a engrenagem, digamos assim, do chute,

aí você bate de mal jeito.

Ou você bate sem jeito e a bola sai.

Agora que o jogo já tá decidido,

já sabe quem ganhou, quem perdeu.

Se foi o jogo que a diferença foi muito grande,

não sei, tipo aquele clássico lá, o 7x1 do Brasil,

você pode falar que o time perdeu feio.

Caramba, eles perderam feio.

Perderam de lavada. Foi uma goleada.

Foi chocolate. Ou seja, fácil.

Foi um passeio.

O jogo terminou em 5 a 0, né? Fora o baile.

Foi 5 a 0, fora o baile.

Ou seja, fora que foi muito fácil.

Não foram cinco gols difíceis.

Foi muito fácil.

Outra para exagerar ainda mais

é que os caras deitaram no campo.

Cara, os caras deitaram no campo.

Deitaram no campo. Imagina.

O jogador deitado no campo, né? Ou seja.

Claro, também, que não pode faltar

aquele jogador que cai com qualquer coisa.

O cara só em pensar em se aproximar, já caiu.

Já tá no chão, já. Falta, falta, falta.

A gente fala que esse jogador é um chorão.

Cara, você é muito chorão.

Cai-cai também. Cai-cai, cai toda hora.

Boneca, mole, é de papel também.

É uma moça, é uma princesa.

Agora se liga aí, já perto de finalizar o vídeo.

Quando a bola sai nas laterais do campo,

você fala que foi lateral. Ok?

Se sair no fundo, lá perto do gol,

passou na linha lá do goleiro, né?

O goleiro tá aqui, se passou nessa linha aqui,

é escanteio.

E depois tem o tiro de meta, né?

Que é do goleiro, o goleiro coloca a bola lá e...

dá um bico na bola, dá um chute na bola.

Olha só a expressão.

Tem a cabeceada, ok? Do gol.

Batendo escanteio, você pode cabecear.

E se a bola passou por várias pessoas

que tentaram cabecear mas não conseguiram

e uma pessoa que tá por trás conseguiu cabecear,

o cara cabeceou no segundo andar.

Ele conseguiu pegar a bola e cabecear para o gol.

Agora se liga aí nesses detalhes finais, ok? Nos extras.

O jogador que joga muito bem,

já se aposentou ou muitas vezes nem se aposentou,

não pendurou as chuteiras.

Quando o jogador não tá mais jogando,

ok, já acabei, já não vou mais jogar.

Se aposenta. Ou seja,

pendura as chuteiras.

Ele pode terminar a carreira dele muito bem,

ou seja, como sendo o artilheiro do time.

Ele foi o artilheiro de tal time.

Ou seja, o cara que fez mais gols.

Falando do artilheiro, vamos passar aqui

para o nome das posições das pessoas que jogam futebol.

Você vai ter o goleiro que fica no gol,

que agarra, né? Com a luva na mão.

Agarra.

Vai ter a defesa, que você pode falar que é a zaga,

o zagueiro.

Você pode falar que eu sou o zaga, eu sou zagueiro.

Você pode falar: eu jogo na zaga.

Eu sou o zagueiro.

Isso na parte da defesa, né?

No meio campo, você vai ter o meia,

que geralmente é o número dez no Brasil.

Vai ter também o ponta direita ou lateral direita.

O ponta esquerda ou lateral esquerda.

Claro também, o volante que sempre vai ter ali

um papel muito importante para passar a bola

para o ataque, o atacante.

Por muitas vezes, por estar no ataque,

por estar tão perto ali do gol,

se torna o batedor oficial do time.

Vai bater uma falta? Tem que ser fulano.

Ele é o batedor oficial.

Vai bater o pênalti? Ele é o batedor oficial.

Então o cara já fez tantos gols que ele se tornou o quê?

O artilheiro, né?

Que a gente viu aí, do time.

Ele é o artilheiro do time.

Continuando, você pode estar na reserva também,

eu tô no banco de reserva.

Eu não tô... eu não sou jogador oficial, né?

Não sou o titular, eu tô na reserva.

Vai ter a comissão técnica, vai ter o técnico,

vai ter o auxiliar técnico e também vai ter o treinador.

Beleza galera, vou deixar aí para vocês mais recomendações

de alguns canais, de algumas páginas, só sobre futebol, ok?

Tudo o que vocês quiserem saber sobre o futebol,


Vocabulário de Futebol - Palavras e Expressões - Português para estrangeiros (2)

Bateu a mão na cara.

Então tem um nome para isso.

Começando aqui a lista,

você pode ter o carrinho.

O carrinho, que é o mais famoso, de você entrar...

assim, né?

É um carrinho maldoso, mal-intencionado.

Você pode ter uma mãozada.

Caramba, ele levou uma mãozada.

O cara fez assim para correr e deu uma mãozada

na cara dele.

Na cara dele.

Cabeçada também.

Como aquela bem famosa né, daquele Zidane lá.

Uma joelhada também, ok?

Com o joelho. Uma joelhada.

Levou uma joelhada na cara.

Canelada, que é a canela,

a parte da perna, né? A canela.

Você levou uma canelada.

Dedada também, né?

Às vezes no jogo, o cara mexe lá e

mete o dedo no olho da outra pessoa.

Caramba, levei uma dedada aqui no olho.

Juiz!

Falta aqui, ó.

Cotovelada.

Levou uma cotovelada, ok? Uma cotovelada.

Calcanhada, com a parte de trás do pé.

Uma calcanhada.

Ou você pode meter o pé,

com a sola do pé em cima da coxa do outro jogador.

Então isso aí é uma selada.

O cara levou uma selada.

Ou também, naquele momento que os dois estão

correndo atrás da bola e...

se chocam, né? Os dois.

Se bate. A gente fala que foi uma dividida.

E muitas vezes, na dividida,

não é falta, né? Tem dividida que é normal

e tem dividida que é mal-intencionada também, né?

Você dá ali para a pessoa cair,

para se machucar.

Mas isso aqui é uma dividida.

Nessas divididas, pode acontecer uma lesão,

alguma coisa.

Você pode falar que uma pessoa sofreu uma lesão

e também que levou uma pancada, ok?

A pancada sempre vai estar com um golpe, ok?

Ser lesionado ou sofrer uma lesão

não necessariamente está conectado com alguém

batendo em você.

Você pode estar correndo e...

caramba, fui lesionado, né? Tipo...

sofri uma lesão.

Muito comum é quando os jogadores torcem o tornozelo.

Então, estão correndo e o pé faz assim

e incha, né? A parte do pé.

Então você sofreu uma lesão,

você torceu o tornozelo.

Já falando de torcer,

você também pode torcer para a sua equipe,

para o seu time, ok?

Seu time de futebol.

Que em espanhol fala "el equipo",

em português a gente fala "time de futebol".

Qual é o seu time de futebol?

Participe nos comentários.

Claro que você é um torcedor, você torce.

Eu sou um torcedor e eu torço.

Não somente no jogo de futebol,

mas eu posso torcer para alguma coisa dar certo.

E pode não ter nem a ver com futebol.

Tô torcendo para isso funcionar,

tô torcendo... é como...

estou contando com que isso funcione.

Claro também que vai ter a torcida organizada, né?

Que é aquela torcida fiel, fiel, fiel

do time de futebol.

Detalhe: no Brasil, a torcida organizada do Brasil

é muito forte.

A galera é louca geral.

Você tem que ver os jogos de futebol no Brasil,

é uma coisa de outro mundo.

Para você ter noção, a torcida organizada é tão forte

que tem equipes, tem time de futebol,

que não podem ter a torcida do time A

e a torcida do time B.

Vai jogar o time A e só pode ter a torcida do time A.

Ou seja, não pode ter a torcida do outro.

A torcida organizada, ou a torcida em geral,

não se mistura.

Tudo isso por conta de confusão que pode acontecer

porque tem muita gente que passa dos limites, né?

Com questão de futebol. Não é uma torcida ali, amigável.

É uma torcida violenta

que é capaz de fazer tudo

para dizer que o seu time é melhor.

Alguns times de futebol que nunca pode se misturar a torcida.

Quatro times até agora, no Brasil,

que por lei, a torcida não pode estar misturada.

Ou seja, nunca pode misturar a torcida desses quatro

times de futebol.

São Paulo, Palmeiras, Corinthians e Santos.

Falando dos clássicos.

Quando São Paulo e Corinthians vão jogar,

a gente fala que vai ter o majestoso.

É o nome desse clássico, é o majestoso.

São Paulo e Palmeiras, vai ter choque rei.

Vai ter choque rei. Choque rei.

São Paulo e Santos, vai ter sansão.

E Corinthians e Palmeiras, que seria derby.

Então imagina a loucura misturar a torcida organizada

e a torcida geral desses times de futebol.

Nossa, é explosão, é caos.

Agora voltando aqui para o juiz, para o árbitro.

Ele pode apitar a falta normal.

Apitou a falta, para.

Pode dar um cartão amarelo

ou pode dar um cartão vermelho, né?

Você tá expulso do jogo.

Agora, falando de vestimenta, da cintura...

da cintura pra...

falando de vestimenta, da cintura pra baixo,

porque em cima, a camisa é mais simples, né?

A gente tem a cueca, que é a roupa interior, ok?

A cueca do jogador.

Tem o short do jogador, tem a caneleira,

que é para colocar na canela,

para proteger dos golpes, dos impactos.

Tem o meião, que é a meia,

que é aquela grande que você coloca e sobe a meia.

Tem a chuteira, que seria o tênis para jogar futebol,

é a chuteira.

Você pega o cordão, que é o cadarço,

você dá um nó bem feito, ok? Um nó.

E embaixo da chuteira, você vai ter os cravos da chuteira.

Então imagina, você vai jogar um campo

e alguém tá sem chuteira.

"Não, eu jogo descalço, não tem nada não".

Cara, você tá louco. Jogar descalço?

Todo mundo tá jogando com chuteira.

Chuteira com cravo.

Você joga com chuteira com cravo,

é para dar justamente o apoio para você correr,

para cravar, né?

Imagina você lá, jogando de pé descalço

e toma uma cravada no pé.

Já era.

Um detalhe aí para a faixa que o capitão usa no braço, ok?

A faixa.

Você usa uma faixa no braço.

Tá chegando no final do jogo e tem várias interrupções, né?

Então no final, tem os acréscimos,

para compensar o que foi perdido durante o jogo,

de tempo.

Quando terminam os acréscimos e o jogo não desempatou,

ainda não se sabe quem ganhou,

não tá decidido,

então prorrogação.

Então vai ter outros dois tempos bem mais curtos, ok?

E se ainda assim não funcionar,

não desempatar, então vai pros pênaltis.

Você pode bater o pênalti de cavadinha,

é o estilo para você bater.

Você pode chutar forte, ok?

Chutar forte.

E algumas derivações de chutar forte seria

meter um canudo.

Meter um bombaço.

Caramba, o cara meteu um bombaço.

Meteu uma bomba também.

Você pode meter uma bomba, um bombaço,

um canudo e fazer o gol.

Fiz o gol. Beleza.

Mas tem aqueles bombaços que a bola vai lá...

o cara chuta na lua.

Caramba, chutou na lua.

Ou também: mano, fiquei puto ontem.

O cara foi bater um pênalti lá, decisivo

e deu um balão.

Você dar um balão, a bola vai lá em cima.

É como um chute na lua também.

Dar um balão.

Faltou um aqui, relacionado com muita força,

que é bater furando a rede.

Quando você bate furando a rede,

a bola vai tipo, muito rápido.

Tipo, a ponto de passar pela rede.

Furou a rede. Tipo "Super Campeões".

Você também pode chutar rasteiro,

que a bola vai por baixo, não sobe.

Você pode chutar a bola colocada,

que já é mais direcionada em algum lugar, embaixo.

É um chute mais preciso, digamos.

O cara bateu o pênalti colocado lá no cantinho direito.

Canto, em português,

você pode usar também como lugar.

No canto da trave, bateu no travessão.

E claro, que para você fazer um gol,

geralmente você tem que bater com jeito.

Você tem que bater com precisão, bater com jeito, ok?

Se você bater sem jeito,

se você vai correndo, sabe o que vai fazer

e na hora, você perdeu ali o ritmo, perdeu a velocidade,

perdeu a engrenagem, digamos assim, do chute,

aí você bate de mal jeito.

Ou você bate sem jeito e a bola sai.

Agora que o jogo já tá decidido,

já sabe quem ganhou, quem perdeu.

Se foi o jogo que a diferença foi muito grande,

não sei, tipo aquele clássico lá, o 7x1 do Brasil,

você pode falar que o time perdeu feio.

Caramba, eles perderam feio.

Perderam de lavada. Foi uma goleada.

Foi chocolate. Ou seja, fácil.

Foi um passeio.

O jogo terminou em 5 a 0, né? Fora o baile.

Foi 5 a 0, fora o baile.

Ou seja, fora que foi muito fácil.

Não foram cinco gols difíceis.

Foi muito fácil.

Outra para exagerar ainda mais

é que os caras deitaram no campo.

Cara, os caras deitaram no campo.

Deitaram no campo. Imagina.

O jogador deitado no campo, né? Ou seja.

Claro, também, que não pode faltar

aquele jogador que cai com qualquer coisa.

O cara só em pensar em se aproximar, já caiu.

Já tá no chão, já. Falta, falta, falta.

A gente fala que esse jogador é um chorão.

Cara, você é muito chorão.

Cai-cai também. Cai-cai, cai toda hora.

Boneca, mole, é de papel também.

É uma moça, é uma princesa.

Agora se liga aí, já perto de finalizar o vídeo.

Quando a bola sai nas laterais do campo,

você fala que foi lateral. Ok?

Se sair no fundo, lá perto do gol,

passou na linha lá do goleiro, né?

O goleiro tá aqui, se passou nessa linha aqui,

é escanteio.

E depois tem o tiro de meta, né?

Que é do goleiro, o goleiro coloca a bola lá e...

dá um bico na bola, dá um chute na bola.

Olha só a expressão.

Tem a cabeceada, ok? Do gol.

Batendo escanteio, você pode cabecear.

E se a bola passou por várias pessoas

que tentaram cabecear mas não conseguiram

e uma pessoa que tá por trás conseguiu cabecear,

o cara cabeceou no segundo andar.

Ele conseguiu pegar a bola e cabecear para o gol.

Agora se liga aí nesses detalhes finais, ok? Nos extras.

O jogador que joga muito bem,

já se aposentou ou muitas vezes nem se aposentou,

não pendurou as chuteiras.

Quando o jogador não tá mais jogando,

ok, já acabei, já não vou mais jogar.

Se aposenta. Ou seja,

pendura as chuteiras.

Ele pode terminar a carreira dele muito bem,

ou seja, como sendo o artilheiro do time.

Ele foi o artilheiro de tal time.

Ou seja, o cara que fez mais gols.

Falando do artilheiro, vamos passar aqui

para o nome das posições das pessoas que jogam futebol.

Você vai ter o goleiro que fica no gol,

que agarra, né? Com a luva na mão.

Agarra.

Vai ter a defesa, que você pode falar que é a zaga,

o zagueiro.

Você pode falar que eu sou o zaga, eu sou zagueiro.

Você pode falar: eu jogo na zaga.

Eu sou o zagueiro.

Isso na parte da defesa, né?

No meio campo, você vai ter o meia,

que geralmente é o número dez no Brasil.

Vai ter também o ponta direita ou lateral direita.

O ponta esquerda ou lateral esquerda.

Claro também, o volante que sempre vai ter ali

um papel muito importante para passar a bola

para o ataque, o atacante.

Por muitas vezes, por estar no ataque,

por estar tão perto ali do gol,

se torna o batedor oficial do time.

Vai bater uma falta? Tem que ser fulano.

Ele é o batedor oficial.

Vai bater o pênalti? Ele é o batedor oficial.

Então o cara já fez tantos gols que ele se tornou o quê?

O artilheiro, né?

Que a gente viu aí, do time.

Ele é o artilheiro do time.

Continuando, você pode estar na reserva também,

eu tô no banco de reserva.

Eu não tô... eu não sou jogador oficial, né?

Não sou o titular, eu tô na reserva.

Vai ter a comissão técnica, vai ter o técnico,

vai ter o auxiliar técnico e também vai ter o treinador.

Beleza galera, vou deixar aí para vocês mais recomendações

de alguns canais, de algumas páginas, só sobre futebol, ok?

Tudo o que vocês quiserem saber sobre o futebol,