×

Nous utilisons des cookies pour rendre LingQ meilleur. En visitant le site vous acceptez nos Politique des cookies.


image

Porta Dos Fundos 2020, COTA

Aí eu mergulhava. Água cristalina, cara.

-Tem que passar por Dubai, né? -Vamos lá, gente?

-Vambora, cadê Natália? -Oi. Estou aqui.

-Vai lá. -Vamos lá?

Vamos passar aqui.

O que foi, Noêmia?

É que eu achei que eu ia fazer a cena hoje, né?

-Mas é você! -É.

Mas tem ela.

O que é que tem?

Ela é negra também, né?

Ué, mas são duas mulheres em cena.

Você não leu o roteiro?

Gente, eu estou ouvindo.

Eu estou ouvindo. E ela está certa. Não pode.

-O que é que tem? -Não pode?

Gente, no Brasil...

Se não for cena de favela ou escravidão, não pode.

Como assim "não pode", gente?

Tu já viu alguma vez?

Aqui no Porta mesmo, achei que era proibido até.

Gente, mas espera aí. Teve aquele "Mister Brau".

Não, nada a ver.

É uma mulher e um homem no núcleo deles fechadinho ali.

Agora duas mulheres, dia a dia normal.

Se não for documentário, eu não sei nem como faz isso.

-Não sei nem se pode. -O The Voice mesmo.

A Iza entrou, vazaram com o Carlinhos Brown.

Eu não tinha pensado nisso.

Mas ela vai ser o que minha? Empregada?

Não!

Ela vai ser o quê? Xica da Silva?

Não! Gente, é uma cena,

são duas amigas que estão no restaurante

esperando os maridos de vocês chegarem do trabalho...

Não, mas espera aí. Espera aí, espera aí.

Tem alguma coisa esquisita aí.

Duas amigas negras que têm maridos que trabalham.

Se você me falar que elas têm terceiro grau completo,

-eu vou embora agora. -Eu vou ser sincera.

-Eu não sei se eu sei fazer isso. -Vamos fingir assim.

Como eu cumprimento ela em cena?

Como faz? É uma coisa tipo: "E aí! Como é que tá?"

Uma coisa tipo aqui?

Não, vocês...

Se cumprimentam normal, tipo dois beijinhos.

Ah! Não é gritando, xingado assim não?

Uma coisa tipo: "Cráudia!"

Não. Fala que nem vocês estão falando aqui agora.

Assim.

Ah! Gente, é pegadinha isso.

-É pegadinha, é claro! -Ah, porra!

Isso aqui é...

É mentira.

É mentira!

A gente está fazendo um remake de...

-"Cidade de Deus"! -Ah, não. Agora sim!

Wakanda Forever!

Agora voltou ao normal.

É assim mesmo.

Neide, por favor,

sirva a mesa de café que eu estou atrasado, sim?

Sim, Seu Rodolfo.

Não. Não, gente.

Espera aí. Vamos respeitar a fala aí uma da outra.

Uma de cada vez. Escuta, tá?

Neide, por favor,

sirva a mesa de café que eu estou atrasado, sim?

-Sim, Seu Rodolfo! -Sim, Seu Rodolfo!

-Sim, Seu Rodolfo, falei primeiro. -Sim, Seu Rodolfo.

-Sou eu que vou fazer o seu café. -Seu Rodolfo eu estou aqui...

Não encosta em mim, você está me encostando aqui.

Eu não encostei em você!

Maravilha!

Para!

Não. Tá ótimo!

Excelente! Vocês são demais!

Era exatamente o que eu queria!

Vocês chegaram lá. Parabéns.


Aí eu mergulhava. Água cristalina, cara.

-Tem que passar por Dubai, né? -Vamos lá, gente?

-Vambora, cadê Natália? -Oi. Estou aqui.

-Vai lá. -Vamos lá?

Vamos passar aqui.

O que foi, Noêmia?

É que eu achei que eu ia fazer a cena hoje, né?

-Mas é você! -É.

Mas tem ela.

O que é que tem?

Ela é negra também, né?

Ué, mas são duas mulheres em cena.

Você não leu o roteiro?

Gente, eu estou ouvindo.

Eu estou ouvindo. E ela está certa. Não pode.

-O que é que tem? -Não pode?

Gente, no Brasil...

Se não for cena de favela ou escravidão, não pode.

Como assim "não pode", gente?

Tu já viu alguma vez?

Aqui no Porta mesmo, achei que era proibido até.

Gente, mas espera aí. Teve aquele "Mister Brau".

Não, nada a ver.

É uma mulher e um homem no núcleo deles fechadinho ali.

Agora duas mulheres, dia a dia normal.

Se não for documentário, eu não sei nem como faz isso.

-Não sei nem se pode. -O The Voice mesmo.

A Iza entrou, vazaram com o Carlinhos Brown.

Eu não tinha pensado nisso.

Mas ela vai ser o que minha? Empregada?

Não!

Ela vai ser o quê? Xica da Silva?

Não! Gente, é uma cena,

são duas amigas que estão no restaurante

esperando os maridos de vocês chegarem do trabalho...

Não, mas espera aí. Espera aí, espera aí.

Tem alguma coisa esquisita aí.

Duas amigas negras que têm maridos que trabalham.

Se você me falar que elas têm terceiro grau completo,

-eu vou embora agora. -Eu vou ser sincera.

-Eu não sei se eu sei fazer isso. -Vamos fingir assim.

Como eu cumprimento ela em cena?

Como faz? É uma coisa tipo: "E aí! Como é que tá?"

Uma coisa tipo aqui?

Não, vocês...

Se cumprimentam normal, tipo dois beijinhos.

Ah! Não é gritando, xingado assim não?

Uma coisa tipo: "Cráudia!"

Não. Fala que nem vocês estão falando aqui agora.

Assim.

Ah! Gente, é pegadinha isso.

-É pegadinha, é claro! -Ah, porra!

Isso aqui é...

É mentira.

É mentira!

A gente está fazendo um remake de...

-"Cidade de Deus"! -Ah, não. Agora sim!

Wakanda Forever!

Agora voltou ao normal.

É assim mesmo.

Neide, por favor,

sirva a mesa de café que eu estou atrasado, sim?

Sim, Seu Rodolfo.

Não. Não, gente.

Espera aí. Vamos respeitar a fala aí uma da outra.

Uma de cada vez. Escuta, tá?

Neide, por favor,

sirva a mesa de café que eu estou atrasado, sim?

-Sim, Seu Rodolfo! -Sim, Seu Rodolfo!

-Sim, Seu Rodolfo, falei primeiro. -Sim, Seu Rodolfo.

-Sou eu que vou fazer o seu café. -Seu Rodolfo eu estou aqui...

Não encosta em mim, você está me encostando aqui.

Eu não encostei em você!

Maravilha!

Para!

Não. Tá ótimo!

Excelente! Vocês são demais!

Era exatamente o que eu queria!

Vocês chegaram lá. Parabéns.