×

Nous utilisons des cookies pour rendre LingQ meilleur. En visitant le site vous acceptez nos Politique des cookies.


image

Pedro Américo, Batalha de Campo Grande (1871)

Batalha de Campo Grande (1871)

O quadro “Batalha de Campo Grande” de Pedro Américo de Figueiredo e Melo, de 1877 representa um retrato do conflito que ocorreu na Guerra do Paraguai, quando 20.000 homens da tríplice aliança lutaram contra forças paraguaias constituídas de 1500 veteranos.

No centro da pintura estão três soldados que lutam em cima de cavalos. O que se localiza no meio está em um cavalo branco e com uma espada na mão, sua roupa é composta por um casaco com muitos botões e um chapéu de soldado. À esquerda está outro soldado em um cavalo marrom claro. Ele tenta com sua mão esquerda se desvencilhar da espada que é apontada pelo terceiro combatente. Este está em um cavalo marrom, o qual está sendo atacado pelo cavalo branco do primeiro soldado. Os três soldados se organizam na pintura em posição semelhante a um triângulo. Em segundo plano estão feridos e soldados. Eles se localizam na parte inferior da pintura. Os feridos estão sem camisa e utilizam calções brancos que possuem faixas vermelhas em sua barra. Alguns também utilizam faixas vermelhas na cabeça. Ainda na parte de baixo é possível ver um cavalo branco caído com ferraduras em suas costas. Por trás do cavalo surge um soldado com um casaco azul de botões dourados e chapéu branco, ele aponta sua arma para um homem de faixa vermelha na cabeça que carrega uma lança em sua mão. No canto inferior direito há um homem sem camisa, que veste algo semelhante a uma saia branca com uma faixa vermelha na barra, atrás dele há uma grande roda a qual é empurrada por dois soldados que aparecem em segundo plano, atrás desses soldados há ainda outros dois, que lutam em cima de seus cavalos. No canto inferior esquerdo há um homem de cabelos loiros, que veste um grande casaco azul e uma camisa branca. Ele posiciona sua mão direita no peito e dispara a mão esquerda para o alto enquanto parece falar algo direcionado aos céus. No terceiro plano ao fundo da pintura, no canto superior esquerdo é possível ver soldados com casacos e chapéus azuis, os quais em cima de seus cavalos estão indo em direção à batalha. Eles seguram bandeiras. À frente dele estão dois soldados que parecem ser seus líderes, o da esquerda está com a mão direita estendida e com a outra segura a rédea de seu cavalo, o soldado que se localiza à direita segura uma espada em uma das mãos e com a outra também controla as rédeas de seu cavalo. Por fim, a paisagem é composta por um céu negro, o qual no fundo direito é possível ver algo ao fundo semelhante a uma montanha. Todos os soldados, feridos e combatentes estão lutando em algo parecido com um lago, alguns estão espalhados pelo chão, entre suas pedras e outros estão em pé. Audiodescrição por Beatriz Borges Magalhães, Projeto de Educação da Faculdade Cásper Líbero.

Batalha de Campo Grande (1871) Battle of Campo Grande (1871)

O quadro “Batalha de Campo Grande” de Pedro Américo de Figueiredo e Melo, de 1877 representa um retrato do conflito que ocorreu na Guerra do Paraguai, quando 20.000 homens da tríplice aliança lutaram contra forças paraguaias constituídas de 1500 veteranos.

No centro da pintura estão três soldados que lutam em cima de cavalos. O que se localiza no meio está em um cavalo branco e com uma espada na mão, sua roupa é composta por um casaco com muitos botões e um chapéu de soldado. À esquerda está outro soldado em um cavalo marrom claro. Ele tenta com sua mão esquerda se desvencilhar da espada que é apontada pelo terceiro combatente. Este está em um cavalo marrom, o qual está sendo atacado pelo cavalo branco do primeiro soldado. Os três soldados se organizam na pintura em posição semelhante a um triângulo. Em segundo plano estão feridos e soldados. Eles se localizam na parte inferior da pintura. Os feridos estão sem camisa e utilizam calções brancos que possuem faixas vermelhas em sua barra. Alguns também utilizam faixas vermelhas na cabeça. Ainda na parte de baixo é possível ver um cavalo branco caído com ferraduras em suas costas. Por trás do cavalo surge um soldado com um casaco azul de botões dourados e chapéu branco, ele aponta sua arma para um homem de faixa vermelha na cabeça que carrega uma lança em sua mão. No canto inferior direito há um homem sem camisa, que veste algo semelhante a uma saia branca com uma faixa vermelha na barra, atrás dele há uma grande roda a qual é empurrada por dois soldados que aparecem em segundo plano, atrás desses soldados há ainda outros dois, que lutam em cima de seus cavalos. No canto inferior esquerdo há um homem de cabelos loiros, que veste um grande casaco azul e uma camisa branca. Ele posiciona sua mão direita no peito e dispara a mão esquerda para o alto enquanto parece falar algo direcionado aos céus. No terceiro plano ao fundo da pintura, no canto superior esquerdo é possível ver soldados com casacos e chapéus azuis, os quais em cima de seus cavalos estão indo em direção à batalha. Eles seguram bandeiras. À frente dele estão dois soldados que parecem ser seus líderes, o da esquerda está com a mão direita estendida e com a outra segura a rédea de seu cavalo, o soldado que se localiza à direita segura uma espada em uma das mãos e com a outra também controla as rédeas de seu cavalo. Por fim, a paisagem é composta por um céu negro, o qual no fundo direito é possível ver algo ao fundo semelhante a uma montanha. Todos os soldados, feridos e combatentes estão lutando em algo parecido com um lago, alguns estão espalhados pelo chão, entre suas pedras e outros estão em pé. Audiodescrição por Beatriz Borges Magalhães, Projeto de Educação da Faculdade Cásper Líbero.