×

Мы используем cookie-файлы, чтобы сделать работу LingQ лучше. Находясь на нашем сайте, вы соглашаетесь на наши правила обработки файлов «cookie».


image

BBC News 2021 (Brasil), A crise em Mianmar, onde Nobel da Paz foi tirada do poder e presa por militares

A crise em Mianmar, onde Nobel da Paz foi tirada do poder e presa por militares

O exército está de volta ao poder em Mianmar

Uma década depois de entregar o comando do país a um governo civil, líderes militares

anunciaram na segunda-feira que tinham tomado as rédeas do país

Eles deram um golpe de Estado, um sério retrocesso no processo de transição

para a democracia iniciado em 2008 Mianmar, ou Birmânia, como também é conhecido

este país, esteve antes por quase cinquenta anos sob regimes militares

A líder do partido no poder, Aung San Suu Kyi, e outros políticos foram detidos

Os militares ameaçaram abolir a Constituição, lembrando a era de dura repressão política

que o país viveu durante décadas

Eu sou Rodrigo Pinto, da BBC News Brasil, e neste video explico por que isso está acontecendo agora

Afinal, um novo governo eleito tomaria posse em Mianmar nesta semana

Bem, o golpe de estado recolocou Aung San Suu Kyi na prisão

Líder do partido Liga Nacional da Democracia, Suu Kyi recebeu o prêmio Nobel da Paz em 1991

por sua luta não violenta por liberdade e direitos humanos

As ideias pró-democracia fizeram com que Suu Kyi ficasse presa entre

1989 e nove e 2010, quando ela se tornou um símbolo da redemocratização no país

A Liga Nacional da Democracia lidera Mianmar

desde que venceu as eleições de 2015, como resultado da abertura democrática

A previsão era de que nesta segunda-feira, primeiro de fevereiro, o partido iniciasse

seu segundo mandato após as eleições de novembro passado, nas quais obteve

80% dos votos

Nas eleições, os grandes perdedores foram os militares

Depois de serem tão poderosos em Mianmar,

eles mal conseguiram assentos por meio de seu partido aliado, o Partido União, Solidariedade

e Desenvolvimento

O fracasso retumbante nas urnas, segundo muitos analistas, envergonha os militares,

que perderam em bairros onde são tradicionalmente mais fortes

Isso explica por que os militares decidiram dar o golpe

O exército já dava sinais de que algo assim estava chegando Após as eleições de novembro de 2020

os militares e seu partido aliado começaram uma campanha de desinformação

Humilhados nas urnas, alegaram fraude eleitoral O presidente interino, que acaba de ser nomeado,

repetiu essas mesmas acusações para justificar a imposição do estado de emergência de um ano

Sim, um ano é o tempo que os militares prometem permanecer no poder

Mas muitos em Mianmar dizem que não há evidências de fraude nas eleições de novembro

A organização de direitos humanos Human Rights Watch disse à BBC que a vitória eleitoral de Suu Kyi foi esmagadora

Aung San Suu Kyi mantém alta popularidade, apesar das graves acusações de genocídio

contra a minoria muçulmana de Mianmar, quando ela estava no poder

As acusações de genocídio dos Rohingya fez com que muitos líderes internacionais,

que antes a viam como um símbolo, virassem as costas para ela

Eles a acusam de não ter atuado para impedir o assassinato e a remoção de milhares de muçulmanos

Também é preciso ter em mente

que nesses anos de transição democrática os militares não perderam realmente o poder

Eles têm mantido um controle

relativamente rigoroso de Mianmar graças em parte à controversa Constituição de

2008, elaborada durante o governo militar

Exemplo disso é que os militares controlam um quarto do Parlamento, o que dificulta bastante

a aprovação de qualquer emenda à Constituição. 75% por cento dos votos são exigidos

Além do mais, os ministérios mais importantes também estão nas mãos dos militares

Eles têm autonomia de comando e proteção política para crimes de Guerra

Basicamente, os militares lá em Mianmar têm impunidade garantida

Mas então por que, com tanto poder, os militares ainda decidiram seguir com o golpe?

Não está totalmente claro pros analistas o que levou os militares a essa ação

Especialistas dizem que a ofensiva militar afastará parceiros internacionais não chineses

Isso pode afetar diretamente os negócios militares

Estados Unidos, Reino Unido e União Europeia estão entre os que condenaram o golpe

Mas a China, o país mais influente em Mianmar, ainda não se posicionou contra a tomada de poder

Por outro lado, como mostraram os resultados

das eleições, Suu Kyi e seu partido são muito populares

E os eleitores mostraram nas urnas que não querem a volta de um governo militar

Segundo analistas, o golpe pode gerar resistência

Não dá pra esperar que as pessoas fiquem de braços cruzados

Algumas demonstrações de protesto já estão sendo vistas no país

Além disso, o golpe pode reduzir ainda mais as chances do partido aliado dos militares em futuras eleições

Mas há analistas que acreditam que ainda há espaço para uma solução negociada para a crise

Enquanto isso, o controle militar e a supressão da democracia estão de volta a Mianmar

A gente vai continuar acompanhando a situação

em Mianmar, ou Birmânia, no nosso site, o bbcbrasil.com

Eu fico por aqui, tchau!

A crise em Mianmar, onde Nobel da Paz foi tirada do poder e presa por militares The crisis in Myanmar, where Nobel Peace Prize winner was removed from power and arrested by the military ノーベル平和賞受賞者が政権を追われ、軍に逮捕されたミャンマーの危機

O exército está de volta ao poder em Mianmar The army is back in power in Myanmar

Uma década depois de entregar o comando do país a um governo civil, líderes militares

anunciaram na segunda-feira que tinham tomado as rédeas do país announced on Monday that they had taken the reins of the country

Eles deram um golpe de Estado, um sério retrocesso no processo de transição They carried out a coup d'état, a serious setback in the transition process

para a democracia iniciado em 2008 Mianmar, ou Birmânia, como também é conhecido

este país, esteve antes por quase cinquenta anos sob regimes militares

A líder do partido no poder, Aung San Suu Kyi, e outros políticos foram detidos

Os militares ameaçaram abolir a Constituição, lembrando a era de dura repressão política

que o país viveu durante décadas

Eu sou Rodrigo Pinto, da BBC News Brasil, e neste video explico por que isso está acontecendo agora

Afinal, um novo governo eleito tomaria posse em Mianmar nesta semana

Bem, o golpe de estado recolocou Aung San Suu Kyi na prisão

Líder do partido Liga Nacional da Democracia, Suu Kyi recebeu o prêmio Nobel da Paz em 1991

por sua luta não violenta por liberdade e direitos humanos

As ideias pró-democracia fizeram com que Suu Kyi ficasse presa entre

1989 e nove e 2010, quando ela se tornou um símbolo da redemocratização no país

A Liga Nacional da Democracia lidera Mianmar

desde que venceu as eleições de 2015, como resultado da abertura democrática

A previsão era de que nesta segunda-feira, primeiro de fevereiro, o partido iniciasse

seu segundo mandato após as eleições de novembro passado, nas quais obteve

80% dos votos

Nas eleições, os grandes perdedores foram os militares

Depois de serem tão poderosos em Mianmar,

eles mal conseguiram assentos por meio de seu partido aliado, o Partido União, Solidariedade

e Desenvolvimento

O fracasso retumbante nas urnas, segundo muitos analistas, envergonha os militares,

que perderam em bairros onde são tradicionalmente mais fortes

Isso explica por que os militares decidiram dar o golpe

O exército já dava sinais de que algo assim estava chegando Após as eleições de novembro de 2020

os militares e seu partido aliado começaram uma campanha de desinformação

Humilhados nas urnas, alegaram fraude eleitoral O presidente interino, que acaba de ser nomeado,

repetiu essas mesmas acusações para justificar a imposição do estado de emergência de um ano

Sim, um ano é o tempo que os militares prometem permanecer no poder

Mas muitos em Mianmar dizem que não há evidências de fraude nas eleições de novembro

A organização de direitos humanos Human Rights Watch disse à BBC que a vitória eleitoral de Suu Kyi foi esmagadora

Aung San Suu Kyi mantém alta popularidade, apesar das graves acusações de genocídio

contra a minoria muçulmana de Mianmar, quando ela estava no poder

As acusações de genocídio dos Rohingya fez com que muitos líderes internacionais, The Rohingya genocide charges has caused many international leaders,

que antes a viam como um símbolo, virassem as costas para ela who previously saw it as a symbol, turned their backs on it

Eles a acusam de não ter atuado para impedir o assassinato e a remoção de milhares de muçulmanos

Também é preciso ter em mente

que nesses anos de transição democrática os militares não perderam realmente o poder

Eles têm mantido um controle

relativamente rigoroso de Mianmar graças em parte à controversa Constituição de

2008, elaborada durante o governo militar

Exemplo disso é que os militares controlam um quarto do Parlamento, o que dificulta bastante

a aprovação de qualquer emenda à Constituição. 75% por cento dos votos são exigidos

Além do mais, os ministérios mais importantes também estão nas mãos dos militares

Eles têm autonomia de comando e proteção política para crimes de Guerra

Basicamente, os militares lá em Mianmar têm impunidade garantida

Mas então por que, com tanto poder, os militares ainda decidiram seguir com o golpe?

Não está totalmente claro pros analistas o que levou os militares a essa ação

Especialistas dizem que a ofensiva militar afastará parceiros internacionais não chineses

Isso pode afetar diretamente os negócios militares

Estados Unidos, Reino Unido e União Europeia estão entre os que condenaram o golpe

Mas a China, o país mais influente em Mianmar, ainda não se posicionou contra a tomada de poder

Por outro lado, como mostraram os resultados

das eleições, Suu Kyi e seu partido são muito populares

E os eleitores mostraram nas urnas que não querem a volta de um governo militar

Segundo analistas, o golpe pode gerar resistência

Não dá pra esperar que as pessoas fiquem de braços cruzados You can't expect people to sit back and do nothing

Algumas demonstrações de protesto já estão sendo vistas no país

Além disso, o golpe pode reduzir ainda mais as chances do partido aliado dos militares em futuras eleições In addition, the coup could further reduce the chances of the party allied with the military in future elections

Mas há analistas que acreditam que ainda há espaço para uma solução negociada para a crise But there are analysts who believe that there is still room for a negotiated solution to the crisis

Enquanto isso, o controle militar e a supressão da democracia estão de volta a Mianmar Meanwhile, military control and the suppression of democracy are back in Myanmar

A gente vai continuar acompanhando a situação

em Mianmar, ou Birmânia, no nosso site, o bbcbrasil.com

Eu fico por aqui, tchau!