×

We use cookies to help make LingQ better. By visiting the site, you agree to our cookie policy.


image

Porta Dos Fundos 2015, RESSURREIÇÃO

RESSURREIÇÃO

Amor?

Jesus, eu posso saber onde é que você estava?

Eu morri, Maria.

Eu morri e eu ressuscitei.

Oi?

É! Eu morri na sexta e ressuscitei hoje à noite.

Você esta tentando me dizer que você sumiu o fim de semana inteiro porque tinha morrido?

É!

E que calhou, assim, calhou de ressuscitar no domingo à noite?

Foi.

Você tá achando que tem alguma palhaça aqui, Jesus?

- Oh! Não!

Você acha mesmo que eu vou cair nessa tua historinha?

- Só não... - Não, não, não!

Por que, por acaso, calhou de "morrer" na sexta e "ressuscitar" no domingo!

Olha, Jesus...

É um time-in perfeito!

Agora, você me diz: Quando é a sua próxima morte?

- No carnaval? - Madalena,

eu tenho provas, eu estou cheio de chagas!

Sai! Tira essas perébas daqui! Que nojo!

Isso daí é briga! Você tá brigando na rua, não está?

Não, eu não estou brigando na rua. Eu fui pregado na cruz, Maria!

Ah, tá. Por que boa coisa não devia estar fazendo, né?

Ninguém prega na cruz quem está quieto.

O que que você roubou dessa vez?

- Não roubei nada! - Eu estou cansada!

Você chega cheirando a vinho,

fica andando com aquele bando de amigo vagabundo, desempregado!

Você tem que se mexer, se coçar, Jesus!

Eles são apóstolos!

- São remunerados? - Não!

Então, é um bando de vagabundos!

Que nem tu!

Você tinha que estar feliz.

Eu estou de volta.

Tá bom. Olha só:

vai lá dentro, tá?

Vai limpar essas chagas. Eu vou fazer a sua comida.

Toma um banho!

Vai lá. Eu só não quero que isso se repita, tá?

É, amor. Só o seguinte: mais ou menos que eu voltei de vez.

Não voltei pra ficar. Eu tenho que voltar la pra cima.

Então, você me diz agora quem é a puta que está andando contigo?

Oi, Pedro.

Você sabe onde estava Jesus no fim de semana?

Não.

Tem certeza que você não sabe?

Não.

Pedro...

Você é colado nele, não sabe?

Não.

Olha só...

Agora, que você falou, eu acho que eu vi

ele saindo taberna com a Sâmila, sábado à noite.

Eu acho...

- Obrigada, Judas. - De nada.

Ah, eu falo mesmo!

Eu vi, eu falo mesmo!

RESSURREIÇÃO

Amor?

Jesus, eu posso saber onde é que você estava?

Eu morri, Maria.

Eu morri e eu ressuscitei.

Oi?

É! Eu morri na sexta e ressuscitei hoje à noite.

Você esta tentando me dizer que você sumiu o fim de semana inteiro porque tinha morrido?

É!

E que calhou, assim, calhou de ressuscitar no domingo à noite?

Foi.

Você tá achando que tem alguma palhaça aqui, Jesus?

- Oh! Não!

Você acha mesmo que eu vou cair nessa tua historinha?

- Só não... - Não, não, não!

Por que, por acaso, calhou de "morrer" na sexta e "ressuscitar" no domingo!

Olha, Jesus...

É um time-in perfeito!

Agora, você me diz: Quando é a sua próxima morte?

- No carnaval? - Madalena,

eu tenho provas, eu estou cheio de chagas!

Sai! Tira essas perébas daqui! Que nojo!

Isso daí é briga! Você tá brigando na rua, não está?

Não, eu não estou brigando na rua. Eu fui pregado na cruz, Maria!

Ah, tá. Por que boa coisa não devia estar fazendo, né?

Ninguém prega na cruz quem está quieto.

O que que você roubou dessa vez?

- Não roubei nada! - Eu estou cansada!

Você chega cheirando a vinho,

fica andando com aquele bando de amigo vagabundo, desempregado!

Você tem que se mexer, se coçar, Jesus!

Eles são apóstolos!

- São remunerados? - Não!

Então, é um bando de vagabundos!

Que nem tu!

Você tinha que estar feliz.

Eu estou de volta.

Tá bom. Olha só:

vai lá dentro, tá?

Vai limpar essas chagas. Eu vou fazer a sua comida.

Toma um banho!

Vai lá. Eu só não quero que isso se repita, tá?

É, amor. Só o seguinte: mais ou menos que eu voltei de vez.

Não voltei pra ficar. Eu tenho que voltar la pra cima.

Então, você me diz agora quem é a puta que está andando contigo?

Oi, Pedro.

Você sabe onde estava Jesus no fim de semana?

Não.

Tem certeza que você não sabe?

Não.

Pedro...

Você é colado nele, não sabe?

Não.

Olha só...

Agora, que você falou, eu acho que eu vi

ele saindo taberna com a Sâmila, sábado à noite.

Eu acho...

- Obrigada, Judas. - De nada.

Ah, eu falo mesmo!

Eu vi, eu falo mesmo!