×

We use cookies to help make LingQ better. By visiting the site, you agree to our cookie policy.


image

Nossa Cozinha, Só precisa de mandioca e sal! - Receita simples com um ingrediente

Só precisa de mandioca e sal! - Receita simples com um ingrediente

[Paola Carosella]: Beiju de massa de mandioca.

♪ ♪ [Paola Carosella]: E é isso. Eu tenho tanto respeito, mas tanto respeito pela mandioca,

que eu sempre fico com um pé atrás de eu, com esse sotaque meu,

vir falar da rainha do Brasil.

Eu gostaria muito que a Leide viesse pra cá, mas ela tá escondida

e ela não quer nem aparecer.

Mas a Leide manja muito de mandioca

e ela já teve uma casa de mandioca,

você nasceu numa casa de mandioca.

[Leide]: É, nasceu fazendo farinha.

[Paola Carosella]: Ela nasceu fazendo farinha e, mesmo assim, ela não quer vir

e vai deixar eu aqui passando vergonha, mas eu vou passar vergonha com muito prazer.

[toque, ruído estático]

[Paola Carosella]: Porque eu quero ensinar uma receita que eu aprende da Neide Rigo,

uma grande amiga e cozinheira,

e da Bebel, uma grande amiga e cozinheira,

e depois com a Leide também, que eu vou aprendendo. É assim como eu aprendo.

Eu sou autodidata, mas, na verdade, eu vou aprendendo de olhar as pessoas que sabem.

Então, o que temos? Temos mandioca fresca descascada, ok?

Isso se faz-- se fazia no ralador, né? Leide?

[Leide]: No ralador antigamente; hoje em dia tá tudo muito moderno.

[Paola Carosella]: A gente, hoje em dia...

[Leide]: Temos liquidificador... [Paola Carosella]: Tem o liquidificador.

[Leide]: Facilita muito a vida.

[Paola Carosella]: Mas a senhora contou que pegava uma lata...

[Leide]: Uma lata dessa, principalmente que antigamente os óleos vinham na lata.

[Paola Carosella]: Lata de óleo...

[Leide]: É, a gente abria, furava com prego

e depois pregava em uma tábua pra virar o ralador.

[Jason]: Vai lá e fala isso, por favor, por favor, Leide!

[Paola Carosella]: Por favor, Leide! Por favor!

Eu te abraço. [risos]

[Paola Carosella]: Vem aqui. [Leide]: Meu Deus!

[Paola Carosella]: Consegui.

[Leide]: Então, antigamente, a gente pegava uma--

comprava, quando vinha o óleo, era numa lata, a gente comprava.

Então, a gente aproveitava aquela lata, abria ela,

batia vários buraquinhos com o prego e o martelo

até ela ficar bem furadinha, bem furadinha mesmo,

aí depois a gente pregava em uma tábua pra ficar um buraco no meio,

de onde a gente segurava aqui e ia ralando a mandioca.

[Paola Carosella]: E dá um trabalho...

[Leide]: Que dá um trabalho, ainda mais quando a gente tem amor pra fazer as coisas

e as comidas, assim, maravilhosas...

[beijos]

[Leide]: A gente saía... ficha. Até pequeno.

[Paola ri]

[Jason]: You're a natural! É natural!

[Leide]: É natural. [Jason]: É natural!

[Paola Carosella]: Não, você é natural na frente da TV.

[toque, ruído estático]

[Paola Carosella]: Então a gente corta pedacinhos... É isso?

[Jason fala ao fundo]

[Paola Carosella]: Eu corto e você põe no liquidificador, Leide?

[Leide]: Correto.

[Paola Carosella]: Tem que ser pequenininho, mas não muito, né?

Como a gente faz no liquidificador, leva um pouquinho de água, né?

[Leide]: Isso, pra poder ele...

[Paola Carosella]: Só pro liquidificador funcionar, não muito, né?

[liquidificador liga]

[liquidificador para]

[Paola Carosella]: E só, né? [Leide]: E só.

[Paola Carosella]: Agora peraí, que vamos explicar uma coisa.

Como a gente colocou água, não é só a mandioca ralada,

nós precisamos espremer essa massa, certo? [Leide]: Certo.

[Paola Carosella]: Então, o que serve pra espremer?

Um pano de fralda, fralda de bebê...

[Leide]: Fralda, um saco branco alvejado...

[Paola Carosella]: Saco branco alvejado serve.

Isso aqui, que é aquele tecido de mosquiteiro?

[Leide]: É o voal. [Paola Carosella]: Voal.

Qualquer pano que você possa apertar e o pano não quebre.

[Leide]: E não quebra. [Paola Carosella]: Então a gente passa a massa pra cá.

[Leide]: Até um pano de prato. [Paola Carosella]: Até um pano de prato fininho, né?

[Leide]: Fininho, isso. [Paola Carosella]: Tá.

[batidas]

♪ [batidas] ♪ [liquidificador liga] [Paola Carosella]: Então esse é um liquidificador...

Como é?

Alta... alta qualidade.

[Leide]: É, potência. [Paola Carosella]: Potência.

Mas também dá pra fazer aquela coisa que brasileiro adora fazer com liquidificador, não é?

[Leide]: Ah, eu mesma faço muito isso.

[Paola Carosella]: Não é, chacoalhar como se fosse uma coqueteleira?

[Leide]: Sim.

[Paola Carosella]: Dá pra fazer na boa, não tem problema nenhum, então vamos lá.

Peraí, que eu vou pegar um...

Agora já dá pra ver...

Quer fazer ou quer que eu faça?

[Leide]: Não, pode fazer. [Paola Carosella]: E você manda, você me dá as ordens?

[Leide]: Ai, meu Deus!

[água escorre]

♪ ♪ [Paola Carosella]: A riqueza cultural, a gigantesca riqueza que tem todo esse conhecimento ancestral

não se dá valor.

[Leide]: Ah, é, a...

[Paola Carosella]: A algo que tem tanto valor.

[Leide]: Sim, isso, não se dá. E principalmente nesse mundo moderno de hoje.

[Paola Carosella]: A gente vai pôr isso aqui...

[água cai]

♪ [Paola Carosella]: Isso, se a gente deixa decantar, vai cair o polvilho. [Leide]: Vai cair e vai sobrar o líquido.

[Paola Carosella]: E o líquido que sobra...

Agora a gente usou muita água, mas se não tivéssemos usado água,

esse líquido que sobra é o tucupi, só que uma vez fermentado.

A gente fez a mandioca, ou ralada, ou no liquidificador,

e ficou essa massa aqui, certo? [Leide]: Certo.

[Paola Carosella]: E agora vamos colocar um pouco de sal, é isso?

Então me ensina, me mostra como você faz, porque...

[Jason]: Você troca lados... Aí!

[Paola Carosella]: Então você dá uma--

[Leide]: É, que é pra soltar, ficar o mais...

[Jason fala ao fundo]

[Leide]: ... soltinho possível.

[Paola Carosella]: E não precisa passar na peneira?

[Leide]: Como essa foi batida no liquidificador, e como é de ar que é,

o beiju da mandioca mesmo, o bom, ideal é assim, um pouco mais rústico...

[Paola Carosella]: Sim, eu gosto assim

porque ele fica crocante por fora e bem molinho por dentro.

[estalos]

[Paola Carosella]: Então vamos usar uma frigideira de ferro como uma tapioqueira.

[Leide]: Certo. [Paola Carosella]: sim? [Leide]: Sim.

[Paola Carosella]: Fria, não precisa estar quente.

Ah, pode estar... e não estar, tanto faz.

[Leide]: É. [Paola Carosella]: Mas vamos pôr, eu gosto.

[Leide ri]

[Paola Carosella]: Ó, dá pra pôr, por exemplo, gergelim nela, dá pra pôr algumas...

[Leide]: Aí o tempero, as ervas,

o recheio fica a critério da pessoa.

[música de fundo para]

[Paola Carosella]: Mas vamos fazer um sem nada. [Leide]: Um tradicional.

[Paola Carosella]: Nada, nada, nada, pra pessoa entender o que é o beiju de massa

e tudo o que dá pra fazer com ele depois. É com a mão mesmo.

♪ [Paola Carosella]: Hmm... ♪ [Leide]: Uhum. [Paola Carosella]: E aí é só deixar a magia da mandioca... [Leide]: Acontecer. [Paola Carosella]: ... acontecer.

Não precisa de nada. Então vamos esperar.

[tique-taque de relógio]

♪ [Paola Carosella]: Então aqui é mais ou menos também que nem com a tapioca, né? A gente começa a ver que muda de cor...

[Leide]: E começa a soltar nas beiradas.

[Paola Carosella]: Começar a soltar nas beiradas...

Faltou um pouquinho.

Tá, mas como sei? Como que eu sei, em casa, que falta?

Ela começa a mudar de cor.

Então, se aqui está mais amarelada,

quando ela cozinha, fica mais branquinha,

como se fosse farinha de mandioca, mesmo, porque ela vai secando, né?

[som de fogo crepitando]

[Paola Carosella]: E aí também dá pra deixar ela mais dourada, menos dourada...

Eu, por exemplo, adoro, quando vira, eu ponho manteiga.

Tudo de bom!

Vamos tentar? [Leide]: Vamos.

[Paola Carosella]: Será que deu? Acho que dá, ó.

Dá pra ver como ela, sozinha...

[ruído mágico]

[Leide]: Tá linda. [Paola Carosella]: Tá linda, né? Foi você que fez.

[Leide]: Ah... [Paola Carosella]: Hmm!

[suspira]

[Paola Carosella]: Estava na geladeira, né? É por isso que ela tá dura.

[Leide]: Tá dura.

♪ [juntos]: Hmm! [Paola Carosella]: Quer que ponha mais sal em cima,

um pouquinho de salsinha por cima, quer? Ou não precisa?

[Leide]: Não, deixa essa bem rústica, mesmo.

[Paola Carosella]: Deixa essa bem rústica, mesmo, sim, patroa.

♪ [Paola Carosella]: Hmm! Muito obrigada pela sua sabedoria.

[Leide]: Eu que agradeço muito!

[Paola Carosella]: Eu aprendo com você todo dia. [Leide]: E eu, com você!

[Paola Carosella]: Então estamos... [Leide]: Obrigada.

[Paola Carosella]: Obrigada, Leide. [ri]

[burburinho]

[Paola Carosella]: Tem outra versão que eu gosto muito,

e que a minha filha gosta muito...

que é com coco e banana, bem tradicional. ♪

Só precisa de mandioca e sal! - Receita simples com um ingrediente All you need is cassava and salt! - Simple one-ingredient recipe Todo lo que necesitas es yuca y sal - Receta sencilla de un solo ingrediente Tout ce dont vous avez besoin, c'est de manioc et de sel - Recette simple à base d'un seul ingrédient 必要なのはキャッサバと塩だけ! - シンプルなワン・イン・レシピ

[Paola Carosella]: Beiju de massa de mandioca.

♪ ♪ [Paola Carosella]: E é isso. Eu tenho tanto respeito, mas tanto respeito pela mandioca,

que eu sempre fico com um pé atrás de eu, com esse sotaque meu,

vir falar da rainha do Brasil.

Eu gostaria muito que a Leide viesse pra cá, mas ela tá escondida

e ela não quer nem aparecer.

Mas a Leide manja muito de mandioca

e ela já teve uma casa de mandioca,

você nasceu numa casa de mandioca.

[Leide]: É, nasceu fazendo farinha.

[Paola Carosella]: Ela nasceu fazendo farinha e, mesmo assim, ela não quer vir

e vai deixar eu aqui passando vergonha, mas eu vou passar vergonha com muito prazer.

[toque, ruído estático]

[Paola Carosella]: Porque eu quero ensinar uma receita que eu aprende da Neide Rigo,

uma grande amiga e cozinheira,

e da Bebel, uma grande amiga e cozinheira,

e depois com a Leide também, que eu vou aprendendo. É assim como eu aprendo.

Eu sou autodidata, mas, na verdade, eu vou aprendendo de olhar as pessoas que sabem.

Então, o que temos? Temos mandioca fresca descascada, ok?

Isso se faz-- se fazia no ralador, né? Leide?

[Leide]: No ralador antigamente; hoje em dia tá tudo muito moderno.

[Paola Carosella]: A gente, hoje em dia...

[Leide]: Temos liquidificador... [Paola Carosella]: Tem o liquidificador.

[Leide]: Facilita muito a vida.

[Paola Carosella]: Mas a senhora contou que pegava uma lata...

[Leide]: Uma lata dessa, principalmente que antigamente os óleos vinham na lata.

[Paola Carosella]: Lata de óleo...

[Leide]: É, a gente abria, furava com prego

e depois pregava em uma tábua pra virar o ralador.

[Jason]: Vai lá e fala isso, por favor, por favor, Leide!

[Paola Carosella]: Por favor, Leide! Por favor!

Eu te abraço. [risos]

[Paola Carosella]: Vem aqui. [Leide]: Meu Deus!

[Paola Carosella]: Consegui.

[Leide]: Então, antigamente, a gente pegava uma--

comprava, quando vinha o óleo, era numa lata, a gente comprava.

Então, a gente aproveitava aquela lata, abria ela,

batia vários buraquinhos com o prego e o martelo

até ela ficar bem furadinha, bem furadinha mesmo,

aí depois a gente pregava em uma tábua pra ficar um buraco no meio,

de onde a gente segurava aqui e ia ralando a mandioca.

[Paola Carosella]: E dá um trabalho...

[Leide]: Que dá um trabalho, ainda mais quando a gente tem amor pra fazer as coisas

e as comidas, assim, maravilhosas...

[beijos]

[Leide]: A gente saía... ficha. Até pequeno.

[Paola ri]

[Jason]: You're a natural! É natural!

[Leide]: É natural. [Jason]: É natural!

[Paola Carosella]: Não, você é natural na frente da TV.

[toque, ruído estático]

[Paola Carosella]: Então a gente corta pedacinhos... É isso?

[Jason fala ao fundo]

[Paola Carosella]: Eu corto e você põe no liquidificador, Leide?

[Leide]: Correto.

[Paola Carosella]: Tem que ser pequenininho, mas não muito, né?

Como a gente faz no liquidificador, leva um pouquinho de água, né?

[Leide]: Isso, pra poder ele...

[Paola Carosella]: Só pro liquidificador funcionar, não muito, né?

[liquidificador liga]

[liquidificador para]

[Paola Carosella]: E só, né? [Leide]: E só.

[Paola Carosella]: Agora peraí, que vamos explicar uma coisa.

Como a gente colocou água, não é só a mandioca ralada,

nós precisamos espremer essa massa, certo? [Leide]: Certo.

[Paola Carosella]: Então, o que serve pra espremer?

Um pano de fralda, fralda de bebê...

[Leide]: Fralda, um saco branco alvejado... [Leide]: Diaper, a white bleached bag ...

[Paola Carosella]: Saco branco alvejado serve.

Isso aqui, que é aquele tecido de mosquiteiro?

[Leide]: É o voal. [Paola Carosella]: Voal. [Leide]: It's the voice. [Paola Carosella]: Voal.

Qualquer pano que você possa apertar e o pano não quebre.

[Leide]: E não quebra. [Paola Carosella]: Então a gente passa a massa pra cá.

[Leide]: Até um pano de prato. [Paola Carosella]: Até um pano de prato fininho, né?

[Leide]: Fininho, isso. [Paola Carosella]: Tá.

[batidas]

♪ [batidas] ♪ [liquidificador liga] [Paola Carosella]: Então esse é um liquidificador...

Como é?

Alta... alta qualidade.

[Leide]: É, potência. [Paola Carosella]: Potência.

Mas também dá pra fazer aquela coisa que brasileiro adora fazer com liquidificador, não é?

[Leide]: Ah, eu mesma faço muito isso.

[Paola Carosella]: Não é, chacoalhar como se fosse uma coqueteleira?

[Leide]: Sim.

[Paola Carosella]: Dá pra fazer na boa, não tem problema nenhum, então vamos lá.

Peraí, que eu vou pegar um...

Agora já dá pra ver...

Quer fazer ou quer que eu faça?

[Leide]: Não, pode fazer. [Paola Carosella]: E você manda, você me dá as ordens?

[Leide]: Ai, meu Deus!

[água escorre]

♪ ♪ [Paola Carosella]: A riqueza cultural, a gigantesca riqueza que tem todo esse conhecimento ancestral

não se dá valor.

[Leide]: Ah, é, a...

[Paola Carosella]: A algo que tem tanto valor.

[Leide]: Sim, isso, não se dá. E principalmente nesse mundo moderno de hoje.

[Paola Carosella]: A gente vai pôr isso aqui...

[água cai]

♪ [Paola Carosella]: Isso, se a gente deixa decantar, vai cair o polvilho. ♪ [Paola Carosella]: That, if we let it decant, the starch will fall. [Leide]: Vai cair e vai sobrar o líquido.

[Paola Carosella]: E o líquido que sobra...

Agora a gente usou muita água, mas se não tivéssemos usado água,

esse líquido que sobra é o tucupi, só que uma vez fermentado.

A gente fez a mandioca, ou ralada, ou no liquidificador,

e ficou essa massa aqui, certo? [Leide]: Certo.

[Paola Carosella]: E agora vamos colocar um pouco de sal, é isso?

Então me ensina, me mostra como você faz, porque...

[Jason]: Você troca lados... Aí!

[Paola Carosella]: Então você dá uma--

[Leide]: É, que é pra soltar, ficar o mais...

[Jason fala ao fundo]

[Leide]: ... soltinho possível.

[Paola Carosella]: E não precisa passar na peneira?

[Leide]: Como essa foi batida no liquidificador, e como é de ar que é,

o beiju da mandioca mesmo, o bom, ideal é assim, um pouco mais rústico...

[Paola Carosella]: Sim, eu gosto assim

porque ele fica crocante por fora e bem molinho por dentro.

[estalos]

[Paola Carosella]: Então vamos usar uma frigideira de ferro como uma tapioqueira.

[Leide]: Certo. [Paola Carosella]: sim? [Leide]: Sim.

[Paola Carosella]: Fria, não precisa estar quente.

Ah, pode estar... e não estar, tanto faz.

[Leide]: É. [Paola Carosella]: Mas vamos pôr, eu gosto.

[Leide ri]

[Paola Carosella]: Ó, dá pra pôr, por exemplo, gergelim nela, dá pra pôr algumas...

[Leide]: Aí o tempero, as ervas,

o recheio fica a critério da pessoa.

[música de fundo para]

[Paola Carosella]: Mas vamos fazer um sem nada. [Leide]: Um tradicional.

[Paola Carosella]: Nada, nada, nada, pra pessoa entender o que é o beiju de massa

e tudo o que dá pra fazer com ele depois. É com a mão mesmo.

♪ [Paola Carosella]: Hmm... ♪ [Leide]: Uhum. [Paola Carosella]: E aí é só deixar a magia da mandioca... [Leide]: Acontecer. [Paola Carosella]: ... acontecer.

Não precisa de nada. Então vamos esperar.

[tique-taque de relógio]

♪ [Paola Carosella]: Então aqui é mais ou menos também que nem com a tapioca, né? A gente começa a ver que muda de cor...

[Leide]: E começa a soltar nas beiradas.

[Paola Carosella]: Começar a soltar nas beiradas...

Faltou um pouquinho.

Tá, mas como sei? Como que eu sei, em casa, que falta?

Ela começa a mudar de cor.

Então, se aqui está mais amarelada,

quando ela cozinha, fica mais branquinha,

como se fosse farinha de mandioca, mesmo, porque ela vai secando, né?

[som de fogo crepitando]

[Paola Carosella]: E aí também dá pra deixar ela mais dourada, menos dourada...

Eu, por exemplo, adoro, quando vira, eu ponho manteiga.

Tudo de bom!

Vamos tentar? [Leide]: Vamos.

[Paola Carosella]: Será que deu? Acho que dá, ó.

Dá pra ver como ela, sozinha...

[ruído mágico]

[Leide]: Tá linda. [Paola Carosella]: Tá linda, né? Foi você que fez.

[Leide]: Ah... [Paola Carosella]: Hmm!

[suspira]

[Paola Carosella]: Estava na geladeira, né? É por isso que ela tá dura.

[Leide]: Tá dura.

♪ [juntos]: Hmm! [Paola Carosella]: Quer que ponha mais sal em cima,

um pouquinho de salsinha por cima, quer? Ou não precisa?

[Leide]: Não, deixa essa bem rústica, mesmo.

[Paola Carosella]: Deixa essa bem rústica, mesmo, sim, patroa.

♪ [Paola Carosella]: Hmm! Muito obrigada pela sua sabedoria.

[Leide]: Eu que agradeço muito!

[Paola Carosella]: Eu aprendo com você todo dia. [Leide]: E eu, com você!

[Paola Carosella]: Então estamos... [Leide]: Obrigada.

[Paola Carosella]: Obrigada, Leide. [ri]

[burburinho]

[Paola Carosella]: Tem outra versão que eu gosto muito,

e que a minha filha gosta muito...

que é com coco e banana, bem tradicional. ♪