×

We use cookies to help make LingQ better. By visiting the site, you agree to our cookie policy.


image

Paciente 63 - Segunda Temporada, T2E8

T2E8

Paciente 63, temporada 2, episódio 8. Um anjo destruidor de mundos.

Para o meu registro, 19 de dezembro de 2012, 20h34.

Já se passaram muitos dias, muitas coisas. Eu tento organizar a linha do tempo na minha

cabeça. Algumas semanas depois da viagem, eu percebi

que meu relógio biológico ficou alterado. Eu percebi que eu estava dormindo pouco.

Coisas que aconteceram faz tempo me parecem mais próximas e coisas mais distantes parecem

ter acontecido minutos atrás. Por isso, esse gravador me ajuda tanto.

Será que é essa a razão pela qual no futuro eu sempre vou ter esse hábito de gravar tudo

como se eu tivesse medo de que as minhas lembranças sumissem?

Eu ouço sem parar a conversa que eu tive com a Elisa, talvez a pessoa mais próxima

e vulnerável que eu conheço. Eu mesma, há 10 anos, em outro corpo, mas

com aquele mesmo medo de fazer tudo errado. Como é que eu podia ser tão frágil sem

que ninguém percebesse? Me ver nesse espelho me mostrou o quanto

as nossas lembranças não são exatas. Eu lembrava de mim diferente, mais alegre,

mais esperançosa. Foi estranho. Eu senti uma ternura infinita comigo mesma.

Eu pensei que ia ser difícil falar com ela, mas foi ela quem finalmente se aproximou e

me perguntou como é que eu conhecia o Jardim Secreto. Foi ela quem se abriu de um jeito

total e inesperado. Ela me perguntou se eu trabalhava no hospital

e eu respondi que sim, que já fazia 10 anos. Ela supôs que era no passado.

Desculpa, como se chama? Beatriz.

Ah, que coincidência! O meu segundo nome também é Beatriz, mas eu nunca uso.

Ah, e você sabe o que significa? Não.

Vem de viatrix, feminino de viator, que significa viajante.

Pode parecer bobagem, mas tem alguma coisa em você que me é familiar.

Eu não costumo assim me abrir. Desculpa, eu não precisava, que vergonha.

Não, não, não, tá tudo bem, tá tudo bem. Pega aqui um lenço.

Que vergonha. Obrigada.

Não tem problema ser vulnerável de vez em quando.

Quem disse que a gente sempre tem que ser forte? Vai, enxuga essas lágrimas.

Obrigada. A vida toda eu batalhei pra ser alguém que conseguisse se controlar, sabe?

E você passada pra trás, sei lá, e olha pra mim chorando na frente de uma desconhecida.

Quer que te aflige agora? Ei, você pode confiar em mim. Acho que você já sabe disso.

Às vezes eu sinto que eu vou sumir. Como assim?

Não, eu não tô falando de pensamentos suicidas, não é isso.

Eu tô falando da sensação de que daqui a pouco eu vou deixar de existir.

Ou que uma parte de mim vai deixar de existir e que eu não vou fazer nada significativo, nunca.

Às vezes eu fico com medo de não ter um futuro do tempo passar e eu não ter feito nada de relevante.

Não, olha, no mundo somos 6 bilhões de pessoas.

Quantas vão fazer alguma coisa realmente relevante?

Uma vacina, a cura de alguma doença, uma ideia, uma descoberta que vai mudar tudo.

Quantas?

Poucas.

Poquíssimas.

Pra uma pessoa conseguir isso, todos fazemos parte.

E eu não falo de forma metafórica. De verdade, todos fazemos parte.

Cada vez que a gente faz alguma coisa, por menor que seja, gera efeitos gigantes nos outros.

O que a gente faz hoje muda e afeta milhões.

E o que você faz agora faz com que alguém encontre a cura de alguma coisa no futuro, por exemplo.

Você nunca vai saber, e essa pessoa também não, e tá tudo bem.

Anonimato e colaboração.

É bonito.

Pro bem e pro mal.

Mesmo não querendo, a gente faz parte.

A gente faz parte.

Agora, nessa mesma conversa, você tá mudando coisas importantes sem nem imaginar.

Só sei de uma coisa, e falo por experiência própria.

Uma hora, essa sensação de vazio vai desaparecer.

E você não vai desaparecer.

Então, um gravador, né?

Eu vou usar esse truque no futuro.

Obrigada por isso.

Elisa.

Uma pergunta.

Eu conheço uma adolescente muito próxima que tem sérios transtornos de personalidade.

Eu acho que ela tá tendo um surto de esquizofrenia, e eu tô um pouco preocupada.

Eu já tô longe da prática clínica.

O pai dela tá meio que negando essa situação.

Ele é um colega.

Claro, claro, eu posso te ajudar com ela.

Só me conta quem é, e eu dou início no protocolo no sistema.

Dá pra ajudar sim.

Você conhece bem ela?

Conheço.

E como ela chama?

A paciente?

Não, não, não, é...

Na verdade, eu vou avaliar melhor, e se eu precisar de ajuda, eu sei como te encontrar.

Já passou uma hora desde que a Elisa foi embora, e eu fiquei aqui.

Imóvel, sentada, sem conseguir levantar.

Eu acabo de apagar completamente a conversa que eu tive com a Maria.

Por quê?

Eu tenho pensado no poder das palavras.

Uma palavra pronunciada no momento preciso pode destruir uma vida, ou fazer com que ela brilhe.

Como é possível que ninguém nunca tenha falado isso pra gente?

Eu penso nas palavras que me falaram e me formaram.

E eu penso que eu não sou ninguém pra dizer a palavra que iria afundar a vida da Maria.

Eu penso que se eu pensava em apagar a mente brilhante dela,

a conversa com a Elisa me mostrou que eu não devo fazer isso.

Que eu preciso ser invisível, que eu não cumpri a minha missão.

E eu não sei se eu me importo com isso.

Pro meu registro, se é que isso serve pra alguma coisa.

Cheguei no apartamento do Gaspar Marim e ele estava me esperando.

Ele me disse que recebeu uma nova mensagem.

Um código numérico que o computador processou durante meses e que revelou um texto.

Uma notícia. Uma notícia do futuro.

Uma notícia ruim.

Uma notícia que não é boa.

Uma notícia que não é boa.

Uma notícia do futuro.

Uma notícia ruim.

As pessoas não devem saber nada do futuro. Nada.

O viajante deve sempre modificar e sumir.

Eu já sabia.

Eu violei essa regra.

Eu alterei tudo.

Maria Cristina.

Eu achei que tivesse convencido ela de nunca pegar um voo em 2022.

Ela jurou, claro. E eu acreditei.

Ela encarou tudo tão naturalmente.

Como Vicente. Como se fosse um plano natural.

Mas a sombra do Pegasus no corpo dela gerou medo.

O medo gerou um plano.

E o plano gerou um movimento.

Maria Cristina Borges soube do futuro e resolveu mudá-lo. Sim.

Mas de outro jeito.

O Gaspar leu a notícia pra mim.

A notícia ruim do futuro.

12 de novembro de 2019.

Um grupo de jovens turistas chega ao mercado atacadista de frutos do mar de Ruanan, em Wuhan,

onde trabalham umas 1.100 pessoas que vendem verduras, carne, peixe e todo tipo de animais vivos, domésticos e selvagens.

Os turistas revelam ser, na verdade, ativistas.

Chineses, franceses e latinos.

Que se amarram numa das bancas e gritam que os animais devem ser libertados.

Maria Cristina Borges, a suposta líder do grupo, exibe um cartaz escrito em caracteres chineses

que diz que o grupo contaminou com o Antrax uma das 600 bancas.

A equipe antiterrorista chinesa os detém e o mercado fica fechado durante um mês.

A ideia dela era boa.

Gerar o caos, fechar o mercado e evitar assim o foco principal da Covid-19.

E ela tinha razão.

Por medo do Antrax, que obviamente nunca existiu, o mercado foi fechado, esvaziado, desinfetado e todos os olhares se voltaram pra lá.

O grande foco do começo da primeira pandemia foi interrompido.

Isso, que deveria ser uma boa notícia, acabou não sendo no desenho final.

Tudo indica que, sem a pandemia, a humanidade continuou na sua euforia predadora e poluente que já acontecia muito antes de 2019.

Sem o freio da reflexão da pandemia, a Terra acabou seu ciclo de desgaste e mudança climática muito tempo antes.

Incêndios, furacões, seca, migrantes, protestos enormes, medo.

E a solução dos líderes? A mesma de sempre.

Guerras.

E parece que alguém apertou o botão vermelho.

Mais sombrio do que costuma ser, o Gaspar Marim leu pra mim a última notícia anexa na mensagem.

6 de março de 2039.

Não existe um lugar pra se esconder numa guerra nuclear.

A nuvem radioativa levada pelos ventos vai dar a volta ao mundo em 32 dias.

As chuvas vão fazer o resto.

Vão contaminar o solo e a água.

Extinção em massa do Holoceno.

É paradoxal que o fim do mundo sempre seja gerado pela mesma pessoa.

Uma pessoa com um único movimento.

Nesse caso, a Maria Cristina é uma das pessoas que vivem no fim do mundo.

A Maria Cristina é a que está com a arma.

E eu?

Eu apertei o gatilho.

Eu deixei o Gaspar Marim arrasado no apartamento dele.

A gente se despediu com um abraço, supondo que nunca mais ia se ver.

Nós dois sabemos, sim, que a gente está numa linha que não vai pra lugar nenhum.

Uma linha moribunda.

Talvez em outro lugar eu, outra eu, tenha feito tudo certo.

Ou esteja fazendo tudo certo.

Mas não aqui.

Não agora.

Antes de eu ir embora, eu pedi pro Gaspar o passaporte e o celular.

Eu pedi pro Gaspar o passaporte e o crachá da Emília Sanz.

A minha falsa identidade.

E ele me deu.

E colocou no meio do passaporte um papel com um número que ele mesmo escreveu à mão.

Ele me pediu pra decorar esse número.

Que devia ser importante, porque fazia parte da informação que tinha acabado de chegar de muito longe.

E depois, como se ele estivesse lendo a minha mente, me disse pra eu não encontrar o Vicente.

Você não vai poder escapar do seu futuro, ele disse.

Você ainda pode fazer uma última tentativa.

Conseguir que internem a Maria.

Não deixe que as suas emoções te confundam.

Quem é importante é a Maria, não o Vicente.

E eu respondi que eu não iria destruir uma vida.

Que eu não tinha um plano.

Que eu só sabia que eu amava aquele homem.

E que ele me amava também.

Eu não sei quantas vezes isso aconteceu, Gaspar.

Mas eu vou ser feliz.

Depois houve um pequeno silêncio.

E finalmente ele disse, quase quando não dava mais pra ouvir.

Confere esses números.

Eles devem significar alguma coisa.

Você já não tem tempo.

Não vai poder fugir do seu futuro.

Eu parei na escada, olhei pra cima e não precisei pensar na minha resposta.

A minha voz tinha a força de muitas vozes ao mesmo tempo.

Claro que eu posso.

Eu já fiz isso antes.

Se você acha que eu tenho medo do futuro, é porque você não me conhece.

Paciente 63 é uma série original Spotify protagonizada por Mel Lisboa e seu Jorge.

Criada por Rúrio Rojas.

T2E8 T2E8 T2E8 T2E8

Paciente 63, temporada 2, episódio 8. Um anjo destruidor de mundos.

Para o meu registro, 19 de dezembro de 2012, 20h34.

Já se passaram muitos dias, muitas coisas. Eu tento organizar a linha do tempo na minha Es sind viele Tage vergangen, viele Dinge. Ich versuche, die Zeitachse in meinem Kopf zu organisieren.

cabeça. Algumas semanas depois da viagem, eu percebi Kopf. Ein paar Wochen nach der Reise wurde mir klar

que meu relógio biológico ficou alterado. Eu percebi que eu estava dormindo pouco. dass sich meine biologische Uhr verändert hatte. Mir wurde klar, dass ich nicht genug Schlaf bekam.

Coisas que aconteceram faz tempo me parecem mais próximas e coisas mais distantes parecem Dinge, die vor langer Zeit passiert sind, scheinen mir näher zu sein, und Dinge, die weiter zurückliegen, erscheinen mir Things that happened a long time ago seem closer to me and things that are further away seem more distant.

ter acontecido minutos atrás. Por isso, esse gravador me ajuda tanto. vor Minuten passiert ist. Deshalb hilft mir dieser Rekorder so sehr.

Será que é essa a razão pela qual no futuro eu sempre vou ter esse hábito de gravar tudo Ist das der Grund, warum ich in Zukunft immer die Angewohnheit haben werde, alles aufzuzeichnen? Is that the reason why in the future I'll always have this habit of recording everything?

como se eu tivesse medo de que as minhas lembranças sumissem? als ob ich Angst hätte, dass meine Erinnerungen verschwinden könnten? as if I was afraid that my memories would disappear?

Eu ouço sem parar a conversa que eu tive com a Elisa, talvez a pessoa mais próxima Ich höre mir endlos das Gespräch an, das ich mit Elisa geführt habe, der Person, die mir vielleicht am nächsten steht. I listen non-stop to the conversation I had with Elisa, perhaps the person closest to me

e vulnerável que eu conheço. Eu mesma, há 10 anos, em outro corpo, mas und verletzlich, die ich kenne. Ich selbst, vor 10 Jahren, in einem anderen Körper, aber and vulnerable that I know. Myself, 10 years ago, in another body, but

com aquele mesmo medo de fazer tudo errado. Como é que eu podia ser tão frágil sem mit der gleichen Angst, alles falsch zu machen. Wie konnte ich so zerbrechlich sein ohne with that same fear of doing everything wrong. How could I be so fragile without

que ninguém percebesse? Me ver nesse espelho me mostrou o quanto dass es niemandem auffallen würde? Mich selbst in diesem Spiegel zu sehen, zeigte mir, wie sehr that no one would notice? Seeing myself in that mirror showed me how

as nossas lembranças não são exatas. Eu lembrava de mim diferente, mais alegre, unsere Erinnerungen sind nicht exakt. Ich hatte mich anders in Erinnerung, fröhlicher, our memories are not exact. I remembered myself differently, happier,

mais esperançosa. Foi estranho. Eu senti uma ternura infinita comigo mesma. hoffnungsvoller. Es war seltsam. Ich fühlte eine unendliche Zärtlichkeit mit mir selbst.

Eu pensei que ia ser difícil falar com ela, mas foi ela quem finalmente se aproximou e Ich dachte, es würde schwierig werden, mit ihr zu reden, aber sie war diejenige, die schließlich auf mich zukam und mich ansprach. I thought it would be difficult to talk to her, but it was she who finally approached me and

me perguntou como é que eu conhecia o Jardim Secreto. Foi ela quem se abriu de um jeito fragte mich, woher ich von dem Geheimen Garten wüsste. Sie war es, die sich auf eine Art und Weise öffnete asked me how I knew about the Secret Garden. It was she who opened up in a way

total e inesperado. Ela me perguntou se eu trabalhava no hospital total und unerwartet. Sie fragte mich, ob ich im Krankenhaus arbeite.

e eu respondi que sim, que já fazia 10 anos. Ela supôs que era no passado. und ich antwortete, ja, es sei zehn Jahre her. Sie nahm an, es sei in der Vergangenheit. and I said yes, it had been 10 years. She assumed it was in the past.

Desculpa, como se chama? Beatriz. Entschuldigung, wie heißen Sie? Beatrice.

Ah, que coincidência! O meu segundo nome também é Beatriz, mas eu nunca uso. Ah, was für ein Zufall! Mein zweiter Vorname ist auch Beatriz, aber ich benutze ihn nie.

Ah, e você sabe o que significa? Não. Oh, und wissen Sie, was das bedeutet? Nein.

Vem de viatrix, feminino de viator, que significa viajante. Es kommt von viatrix, dem Femininum von viator, was Reisende bedeutet. It comes from viatrix, feminine of viator, which means traveler.

Pode parecer bobagem, mas tem alguma coisa em você que me é familiar. Es mag albern klingen, aber Sie haben etwas an sich, das mir bekannt vorkommt. It may sound silly, but there's something familiar about you.

Eu não costumo assim me abrir. Desculpa, eu não precisava, que vergonha. Normalerweise öffne ich mich nicht so. Entschuldigung, das war nicht nötig, es ist mir so peinlich. I don't usually open up like that. I'm sorry, I didn't have to, shame on me.

Não, não, não, tá tudo bem, tá tudo bem. Pega aqui um lenço. Nein, nein, nein, ist schon gut, ist schon gut. Hier, nimm ein Taschentuch. No, no, no, it's okay, it's okay. Here, take a tissue.

Que vergonha. Obrigada. Schande über Sie. Ich danke Ihnen.

Não tem problema ser vulnerável de vez em quando. Es ist in Ordnung, hin und wieder verletzlich zu sein.

Quem disse que a gente sempre tem que ser forte? Vai, enxuga essas lágrimas. Wer sagt denn, dass wir immer stark sein müssen? Na los, trockne die Tränen. Who says we always have to be strong? Go on, wipe away those tears.

Obrigada. A vida toda eu batalhei pra ser alguém que conseguisse se controlar, sabe? Ich danke Ihnen. Mein ganzes Leben lang habe ich darum gekämpft, jemand zu sein, der sich beherrschen kann, wissen Sie? Thank you. All my life I've strived to be someone who could control herself, you know?

E você passada pra trás, sei lá, e olha pra mim chorando na frente de uma desconhecida. Und du trittst zurück, ich weiß nicht, und siehst mich vor einem Fremden weinen. And you walk away, I don't know, and look at me crying in front of a stranger.

Quer que te aflige agora? Ei, você pode confiar em mim. Acho que você já sabe disso. Was hast du jetzt wieder? Hey, du kannst mir vertrauen. Ich denke, das weißt du bereits. What's troubling you now? Hey, you can trust me. I think you already know that.

Às vezes eu sinto que eu vou sumir. Como assim? Manchmal habe ich das Gefühl, dass ich verschwinden werde. Was meinst du damit? Sometimes I feel like I'm going to disappear. What do you mean?

Não, eu não tô falando de pensamentos suicidas, não é isso. Nein, ich spreche nicht von Selbstmordgedanken, das ist es nicht. No, I'm not talking about suicidal thoughts, that's not it.

Eu tô falando da sensação de que daqui a pouco eu vou deixar de existir. Ich spreche von dem Gefühl, dass ich bald aufhören werde zu existieren. I'm talking about the feeling that I'll soon cease to exist.

Ou que uma parte de mim vai deixar de existir e que eu não vou fazer nada significativo, nunca. Oder dass ein Teil von mir aufhören wird zu existieren und ich nie wieder etwas Sinnvolles tun werde.

Às vezes eu fico com medo de não ter um futuro do tempo passar e eu não ter feito nada de relevante. Manchmal habe ich Angst, dass ich keine Zukunft habe, dass die Zeit vergeht und ich nichts Relevantes getan habe. Sometimes I'm afraid that there won't be a future when time passes and I haven't done anything relevant.

Não, olha, no mundo somos 6 bilhões de pessoas. Nein, sehen Sie, wir sind 6 Milliarden Menschen auf der Welt.

Quantas vão fazer alguma coisa realmente relevante? Wie viele werden etwas wirklich Relevantes tun?

Uma vacina, a cura de alguma doença, uma ideia, uma descoberta que vai mudar tudo. Ein Impfstoff, das Heilmittel für eine Krankheit, eine Idee, eine Entdeckung, die alles verändern wird. A vaccine, a cure for a disease, an idea, a discovery that will change everything.

Quantas?

Poucas.

Poquíssimas. Sehr wenige.

Pra uma pessoa conseguir isso, todos fazemos parte. Damit eine Person dies erreichen kann, sind wir alle daran beteiligt. For one person to achieve this, we all play a part.

E eu não falo de forma metafórica. De verdade, todos fazemos parte. Und das meine ich nicht nur metaphorisch. In Wirklichkeit sind wir alle ein Teil von ihr.

Cada vez que a gente faz alguma coisa, por menor que seja, gera efeitos gigantes nos outros. Jedes Mal, wenn wir etwas tun, und sei es noch so klein, hat es eine große Wirkung auf andere. Every time we do something, no matter how small, it has a huge effect on others.

O que a gente faz hoje muda e afeta milhões. Was wir heute tun, verändert sich und betrifft Millionen.

E o que você faz agora faz com que alguém encontre a cura de alguma coisa no futuro, por exemplo. Und das, was Sie jetzt tun, trägt dazu bei, dass jemand anderes in der Zukunft zum Beispiel ein Heilmittel für etwas findet. And what you do now could lead to someone finding a cure for something in the future, for example.

Você nunca vai saber, e essa pessoa também não, e tá tudo bem. Sie werden es nie erfahren, und diese Person auch nicht, und das ist in Ordnung.

Anonimato e colaboração. Anonymität und Zusammenarbeit. Anonymity and collaboration.

É bonito.

Pro bem e pro mal. In guten wie in schlechten Zeiten.

Mesmo não querendo, a gente faz parte. Auch wenn wir es nicht wollen, sind wir Teil davon. Even if we don't want to, we're part of it.

A gente faz parte.

Agora, nessa mesma conversa, você tá mudando coisas importantes sem nem imaginar. Jetzt, in diesem Gespräch, verändern Sie wichtige Dinge, ohne es zu ahnen. Now, in that same conversation, you're changing important things without even imagining it.

Só sei de uma coisa, e falo por experiência própria. Ich weiß nur eines, und ich spreche aus Erfahrung. I only know one thing, and I speak from experience.

Uma hora, essa sensação de vazio vai desaparecer. Nach einer Stunde wird dieses Gefühl der Leere verschwinden. One day, that feeling of emptiness will disappear.

E você não vai desaparecer. Und Sie werden nicht verschwinden.

Então, um gravador, né? Ein Kassettenrekorder also, richtig? So, a tape recorder, right?

Eu vou usar esse truque no futuro. Ich werde diesen Trick in Zukunft anwenden. I'll use this trick in the future.

Obrigada por isso.

Elisa.

Uma pergunta.

Eu conheço uma adolescente muito próxima que tem sérios transtornos de personalidade. Ich kenne ein mir sehr nahestehendes Mädchen im Teenageralter, das eine schwere Persönlichkeitsstörung hat.

Eu acho que ela tá tendo um surto de esquizofrenia, e eu tô um pouco preocupada. Ich glaube, sie hat einen Ausbruch von Schizophrenie, und ich bin etwas besorgt. I think she's having an outbreak of schizophrenia, and I'm a bit worried.

Eu já tô longe da prática clínica. Ich bin bereits weit von der klinischen Praxis entfernt. I've come a long way from clinical practice.

O pai dela tá meio que negando essa situação. Ihr Vater leugnet diese Situation. Her father is in denial about the situation.

Ele é um colega. Er ist ein Kollege. He's a colleague.

Claro, claro, eu posso te ajudar com ela. Sicher, sicher, ich kann Ihnen dabei helfen. Sure, sure, I can help you with her.

Só me conta quem é, e eu dou início no protocolo no sistema. Sagen Sie mir einfach, wer es ist, und ich werde das Protokoll im System starten. Just tell me who it is, and I'll start the protocol in the system.

Dá pra ajudar sim. Ja, es kann helfen. Yes, you can help.

Você conhece bem ela? Wie gut kennst du sie?

Conheço.

E como ela chama? Und wie nennt sie es?

A paciente?

Não, não, não, é...

Na verdade, eu vou avaliar melhor, e se eu precisar de ajuda, eu sei como te encontrar. Ich werde das weiter prüfen, und wenn ich Hilfe brauche, weiß ich, wo ich Sie finde. Actually, I'm going to do a better assessment, and if I need help, I know how to find you.

Já passou uma hora desde que a Elisa foi embora, e eu fiquei aqui. Es ist eine Stunde her, dass Elisa gegangen ist, und ich bin hier geblieben.

Imóvel, sentada, sem conseguir levantar. Unbeweglich, aufrecht sitzend, unfähig aufzustehen.

Eu acabo de apagar completamente a conversa que eu tive com a Maria. Ich habe gerade das Gespräch mit Maria vollständig gelöscht. I've just completely erased the conversation I had with Maria.

Por quê?

Eu tenho pensado no poder das palavras. Ich habe über die Macht der Worte nachgedacht. I've been thinking about the power of words.

Uma palavra pronunciada no momento preciso pode destruir uma vida, ou fazer com que ela brilhe. Ein Wort, das im richtigen Moment gesprochen wird, kann ein Leben zerstören oder es zum Leuchten bringen. A word spoken at the right moment can destroy a life, or make it shine.

Como é possível que ninguém nunca tenha falado isso pra gente? Wie ist es möglich, dass uns das noch niemand gesagt hat? How is it possible that no one has ever told us about this?

Eu penso nas palavras que me falaram e me formaram. Ich denke an die Worte, die zu mir gesprochen und mich geprägt haben.

E eu penso que eu não sou ninguém pra dizer a palavra que iria afundar a vida da Maria. Und ich glaube, ich bin niemand, der das Wort sagt, das Marias Leben zerstören würde.

Eu penso que se eu pensava em apagar a mente brilhante dela, Ich denke, wenn ich darüber nachdenke, ihren brillanten Verstand auszulöschen, I think that if I thought about erasing her brilliant mind,

a conversa com a Elisa me mostrou que eu não devo fazer isso. Das Gespräch mit Elisa hat mir gezeigt, dass ich das nicht tun sollte.

Que eu preciso ser invisível, que eu não cumpri a minha missão. Dass ich unsichtbar sein muss, dass ich meinen Auftrag nicht erfüllt habe. That I need to be invisible, that I haven't fulfilled my mission.

E eu não sei se eu me importo com isso. Und ich weiß nicht, ob mich das interessiert. And I don't know if I care about that.

Pro meu registro, se é que isso serve pra alguma coisa. Für meine Unterlagen, falls das etwas nützt. For the record, if that's any good.

Cheguei no apartamento do Gaspar Marim e ele estava me esperando. Als ich in der Wohnung von Gaspar Marim ankam, wartete er schon auf mich.

Ele me disse que recebeu uma nova mensagem. Er sagte mir, er habe eine neue Nachricht erhalten.

Um código numérico que o computador processou durante meses e que revelou um texto. Ein Zahlencode, den der Computer monatelang bearbeitete und der einen Text enthüllte.

Uma notícia. Uma notícia do futuro. Eine Nachricht. Eine Nachricht aus der Zukunft.

Uma notícia ruim. Bad news.

Uma notícia que não é boa. Eine Nachricht, die nicht gut ist.

Uma notícia que não é boa.

Uma notícia do futuro.

Uma notícia ruim.

As pessoas não devem saber nada do futuro. Nada. Die Menschen sollten nichts über die Zukunft wissen. Nichts. People shouldn't know anything about the future. Nothing.

O viajante deve sempre modificar e sumir. Der Reisende muss sich immer wieder verändern und verschwinden.

Eu já sabia. Ich wusste es bereits.

Eu violei essa regra. Ich habe gegen diese Regel verstoßen.

Eu alterei tudo.

Maria Cristina.

Eu achei que tivesse convencido ela de nunca pegar um voo em 2022. Ich dachte, ich hätte sie davon überzeugt, im Jahr 2022 niemals einen Flug zu unternehmen. I thought I'd convinced her never to take a flight in 2022.

Ela jurou, claro. E eu acreditei. Sie schwor natürlich. Und ich habe ihr geglaubt.

Ela encarou tudo tão naturalmente. Sie nahm das alles so natürlich. She took it all so naturally.

Como Vicente. Como se fosse um plano natural. Wie Vicente. Als ob es ein natürlicher Plan wäre.

Mas a sombra do Pegasus no corpo dela gerou medo. Aber der Schatten des Pegasus auf ihrem Körper löste Angst aus.

O medo gerou um plano. Die Angst hat einen Plan hervorgebracht.

E o plano gerou um movimento. Und der Plan hat eine Bewegung ausgelöst.

Maria Cristina Borges soube do futuro e resolveu mudá-lo. Sim. Maria Cristina Borges wusste um die Zukunft und beschloss, sie zu ändern. Ja. Maria Cristina Borges knew the future and decided to change it. Yes.

Mas de outro jeito. Aber auf eine andere Weise. But in another way.

O Gaspar leu a notícia pra mim. Gaspar hat mir die Nachrichten vorgelesen.

A notícia ruim do futuro. Die schlechte Nachricht der Zukunft.

12 de novembro de 2019.

Um grupo de jovens turistas chega ao mercado atacadista de frutos do mar de Ruanan, em Wuhan, Eine Gruppe junger Touristen trifft auf dem Ruanan-Großmarkt für Meeresfrüchte in Wuhan ein, A group of young tourists arrive at the Ruanan seafood wholesale market in Wuhan,

onde trabalham umas 1.100 pessoas que vendem verduras, carne, peixe e todo tipo de animais vivos, domésticos e selvagens. wo etwa 1.100 Menschen arbeiten und Gemüse, Fleisch, Fisch und alle Arten von lebenden Tieren, sowohl Haustiere als auch Wildtiere, verkaufen. where 1,100 people work selling vegetables, meat, fish and all kinds of live animals, domestic and wild.

Os turistas revelam ser, na verdade, ativistas. Die Touristen entpuppen sich in Wirklichkeit als Aktivisten. The tourists turn out to be activists.

Chineses, franceses e latinos.

Que se amarram numa das bancas e gritam que os animais devem ser libertados. die sich an einen der Ställe binden und rufen, dass die Tiere freigelassen werden sollen. They tie themselves to one of the stalls and shout that the animals must be freed.

Maria Cristina Borges, a suposta líder do grupo, exibe um cartaz escrito em caracteres chineses Maria Cristina Borges, die mutmaßliche Anführerin der Gruppe, zeigt ein in chinesischen Schriftzeichen geschriebenes Plakat Maria Cristina Borges, the alleged leader of the group, displays a poster written in Chinese characters

que diz que o grupo contaminou com o Antrax uma das 600 bancas. die besagt, dass die Gruppe einen der 600 Stände mit Anthrax infiziert hat. which says that the group contaminated one of the 600 stalls with anthrax.

A equipe antiterrorista chinesa os detém e o mercado fica fechado durante um mês. Die chinesische Anti-Terror-Einheit hält sie auf und der Markt wird für einen Monat geschlossen. The Chinese anti-terrorist team stops them and the market is closed for a month.

A ideia dela era boa. Ihre Idee war eine gute Idee. It was a good idea.

Gerar o caos, fechar o mercado e evitar assim o foco principal da Covid-19. Generate chaos, close the market and thus avoid the main focus of Covid-19.

E ela tinha razão.

Por medo do Antrax, que obviamente nunca existiu, o mercado foi fechado, esvaziado, desinfetado e todos os olhares se voltaram pra lá. For fear of anthrax, which obviously never existed, the market was closed, emptied, disinfected and all eyes turned there.

O grande foco do começo da primeira pandemia foi interrompido. The great focus of the beginning of the first pandemic was interrupted.

Isso, que deveria ser uma boa notícia, acabou não sendo no desenho final. This, which should have been good news, turned out not to be in the final design.

Tudo indica que, sem a pandemia, a humanidade continuou na sua euforia predadora e poluente que já acontecia muito antes de 2019. Everything indicates that, without the pandemic, humanity continued in its predatory and polluting euphoria that was already happening long before 2019.

Sem o freio da reflexão da pandemia, a Terra acabou seu ciclo de desgaste e mudança climática muito tempo antes. Without the pandemic's reflex brake, the Earth ended its cycle of wear and tear and climate change long before it did.

Incêndios, furacões, seca, migrantes, protestos enormes, medo. Fires, hurricanes, drought, migrants, huge protests, fear.

E a solução dos líderes? A mesma de sempre.

Guerras.

E parece que alguém apertou o botão vermelho. And it looks like someone pressed the red button.

Mais sombrio do que costuma ser, o Gaspar Marim leu pra mim a última notícia anexa na mensagem. Gloomier than he usually is, Gaspar Marim read me the latest news attached to the message.

6 de março de 2039.

Não existe um lugar pra se esconder numa guerra nuclear. There is no place to hide in a nuclear war.

A nuvem radioativa levada pelos ventos vai dar a volta ao mundo em 32 dias. The radioactive cloud carried by the winds will circle the world in 32 days.

As chuvas vão fazer o resto. The rains will do the rest.

Vão contaminar o solo e a água. They will contaminate the soil and water.

Extinção em massa do Holoceno. Holocene mass extinction.

É paradoxal que o fim do mundo sempre seja gerado pela mesma pessoa. It's paradoxical that the end of the world is always generated by the same person.

Uma pessoa com um único movimento.

Nesse caso, a Maria Cristina é uma das pessoas que vivem no fim do mundo.

A Maria Cristina é a que está com a arma.

E eu?

Eu apertei o gatilho. I pulled the trigger.

Eu deixei o Gaspar Marim arrasado no apartamento dele. I left Gaspar Marim devastated in his apartment.

A gente se despediu com um abraço, supondo que nunca mais ia se ver. We said goodbye with a hug, assuming we would never see each other again.

Nós dois sabemos, sim, que a gente está numa linha que não vai pra lugar nenhum. We both know, yes, that we're on a line that's going nowhere.

Uma linha moribunda. A dying line.

Talvez em outro lugar eu, outra eu, tenha feito tudo certo. Maybe somewhere else I, another me, did everything right.

Ou esteja fazendo tudo certo. Or you're doing everything right.

Mas não aqui.

Não agora.

Antes de eu ir embora, eu pedi pro Gaspar o passaporte e o celular. Before I left, I asked Gaspar for my passport and cell phone.

Eu pedi pro Gaspar o passaporte e o crachá da Emília Sanz. I asked Gaspar for Emilia Sanz's passport and badge.

A minha falsa identidade.

E ele me deu. And he gave it to me.

E colocou no meio do passaporte um papel com um número que ele mesmo escreveu à mão. And in the middle of the passport he put a piece of paper with a number that he had written by hand.

Ele me pediu pra decorar esse número. He asked me to memorize that number.

Que devia ser importante, porque fazia parte da informação que tinha acabado de chegar de muito longe. It must have been important, because it was part of the information that had just arrived from very far away.

E depois, como se ele estivesse lendo a minha mente, me disse pra eu não encontrar o Vicente. And then, as if he was reading my mind, he told me not to meet Vicente.

Você não vai poder escapar do seu futuro, ele disse. You won't be able to escape your future, he said.

Você ainda pode fazer uma última tentativa. You can still give it one last try.

Conseguir que internem a Maria.

Não deixe que as suas emoções te confundam. Don't let your emotions confuse you.

Quem é importante é a Maria, não o Vicente. It's Maria who's important, not Vicente.

E eu respondi que eu não iria destruir uma vida.

Que eu não tinha um plano. That I didn't have a plan.

Que eu só sabia que eu amava aquele homem. That I only knew that I loved that man.

E que ele me amava também.

Eu não sei quantas vezes isso aconteceu, Gaspar.

Mas eu vou ser feliz. But I'm going to be happy.

Depois houve um pequeno silêncio. Then there was a short silence.

E finalmente ele disse, quase quando não dava mais pra ouvir. And finally he said it, almost when it was too late to hear.

Confere esses números. Check those numbers.

Eles devem significar alguma coisa.

Você já não tem tempo. You no longer have time.

Não vai poder fugir do seu futuro.

Eu parei na escada, olhei pra cima e não precisei pensar na minha resposta. I stopped on the stairs, looked up and didn't have to think about my answer.

A minha voz tinha a força de muitas vozes ao mesmo tempo. My voice had the power of many voices at once.

Claro que eu posso.

Eu já fiz isso antes. I've done it before.

Se você acha que eu tenho medo do futuro, é porque você não me conhece.

Paciente 63 é uma série original Spotify protagonizada por Mel Lisboa e seu Jorge.

Criada por Rúrio Rojas.