image

Hoje no mundo militar 2022, Biden x Putin – A conversa de 50 minutos que não deu em nada!

Biden x Putin – A conversa de 50 minutos que não deu em nada!

Caros Amigos, bem-vindos a mais um episódio de hoje no mundo militar .

Neste vídeo falaremos sobre uma conversa telefônica que decorreu entre o presidente Biden e o presidente Putin ontem dia trinta de dezembro. Uma conversa que não resolveu nada e que mostra o quão difíceis serão as negociações programadas para Janeiro.

E se ainda não está inscrito no canal inscreva-se já e acione o sininho das notificações para não perder nenhuma novidade e se você se interessa pela segunda guerra mundial eu perca o meu outro canal o hoje na segunda guerra mundial. Vídeos novos todas as semanas cobrindo nos mais importantes conflitos da história clique no link aqui na descrição e se inscreva para acompanhar todos os lançamentos. Ontem dia trinta de dezembro o presidente Biden e o presidente Putin conversaram por telefone durante 50 minutos uma conversa cujo objetivo era o de aliviar um pouco as tensões e preparar o caminho para as cimeiras previstas para Janeiro. No entanto ao contrário do esperado nenhum pré-acordo foi alcançado e as tensões continuam ao mesmo nível em que estavam. A conversa começou com o presidente Biden dizendo que se a Rússia não desinstalar as tensões na fronteira ucraniana através de uma drástica redução no número de soldados e que de acordo com os Estados Unidos é de mais de 120 mil, nenhum tipo de acordo poderá ser alcançado entre os Estados Unidos, a OTAN e a Rússia, com o presidente Biden fazendo questão de destacar que não tem intenção de instalar armas de longo alcance na Ucrânia, como mísseis balísticos, mas garantiu que qualquer agressão russa contra a Ucrânia será respondida de forma extremamente dura. Considerando o fato de que os Estados Unidos e a OTAN já garantiram que não enviaram tropas para a Ucrânia em caso de invasão russa, essa resposta dos Estados Unidos deve vir sob a forma de sanções e do envio para Ucrânia de armas, suprimentos e apoio financeiro, tudo com o objetivo de evitar uma vitória rápida da Rússia transformando a invasão em uma guerra por procuração longa e desgastante que é algo que é Rússia nesse momento ainda se recuperando de uma grave crise econômica, não é capaz de sustentar. Se somarmos a esse cenário de guerra longa as tais sanções prometidos pelo presidente Biden, o impacto econômico tem o potencial de ser desastroso na Rússia. Com relação e especificamente as sanções é importante notar que nesse momento a Rússia já sofre pesadas sanções dos Estados Unidos e da União Europeia com fontes dizendo que a intensificação dessa sanções poderá significar a expulsão completa da Rússia do sistema financeiro global. De acordo com o porta-voz do Kremlin o presidente Putin que respondeu imediatamente a essa ameaça de novas sanções, dizendo que seria um erro catastrófico eu gostaria consequências aos nossos descendentes. Uma referência indireta à possibilidade de uma guerra em larga escala em resposta a aplicação de sanções ainda mais duras contra Rússia. O presidente Putin em frisou novamente a necessidade de um amplo acordo para limitar a expansão da OTAN em direção as fronteiras do seu país um acordo que deverá também limitar a presença de certas armas na Europa Oriental. É importante lembrar que uma das exigências feitas pelo presidente Putin em alguns dias era a retirada de toda e qualquer presença Militar da OTAN de 10 países do leste europeu. Uma exigência que a Polônia e os três países bálticos os países que seriam mais afetados classificaram como sendo ridícula após a conversa telefônica que durou 50 minutos. A Casa Branca disse que ambos os líderes reconhecem que há áreas em que acordos poderão ser alcançados e que a áreas em e serão impossíveis não chegando a esclarecer que áreas seriam essas. Do lado de Moscou a declaração posso conversa telefônica envolveu a garantia por parte do presidente Putin de que a Rússia não tem intenção de atacar a Ucrânia mas que fará de tudo para garantir que a OTAN não se expandem ainda mais em direção as suas fronteiras o que envolve obviamente a proibição da entrada ucraniana na Aliança. Um porta-voz do kremlin disse ainda após a reunião dos dois líderes que o presidente vai pareceu compreender a preocupação da Rússia com relação a OTAN. A Casa Branca disse que a reunião foi produtiva no entanto como ficou evidente pela análise da conversa nenhum acordo ou pré-acordo foi alcançado com nenhum dos líderes cedendo um milímetro sequer e se limitando a fazer as mesmas exigências repetidas ao longo das últimas semanas. O presidente Putin e eu toda aquela atenção a volta da Ucrânia com a crise dos mísseis cubanos em 1962 quando a União Soviética implantou mísseis nucleares em Cuba em resposta a implantação de mísseis nucleares dos Estados Unidos na Turquia e na Itália. Naquela crise em 1962 o mundo esteve muito perto de uma devastadora guerra nuclear algo que as cimeiras previstas para Janeiro tentaram evitar agora em 2022 o que já sabe que você quer estar sempre bem informado sobre essas e outras notícias do mundo militar. Siga o canal pelo Twitter telegram Facebook e Instagram. Os links Estão todos aqui na descrição e se gostou do vídeo e se querem incentivar o canal não se esqueça de deixar aqui o seu like e de compartilhar com seus amigos e confira também as incríveis novidades da loja além de adquirir aquele presente super bacana ainda estará apoiando o diretamente o projeto do hoje no mundo militar o link da loja está aqui na descrição.



Хотите изучать язык?


Учитесь на этом тексте и это понравится тысячам на LingQ.

  • Огромная библиотека аудиоуроков, все с сопровождающим текстом
  • Революционные инструменты обучения
  • Глобальное, интерактивное образовательное сообщество

Учим язык онлайн @ LingQ

Biden x Putin – A conversa de 50 minutos que não deu em nada!

Caros Amigos, bem-vindos a mais um episódio de hoje no mundo militar .

Neste vídeo falaremos sobre uma conversa telefônica que decorreu entre o presidente Biden e o presidente Putin ontem dia trinta de dezembro. Uma conversa que não resolveu nada e que mostra o quão difíceis serão as negociações programadas para Janeiro.

E se ainda não está inscrito no canal inscreva-se já e acione o sininho das notificações para não perder nenhuma novidade e se você se interessa pela segunda guerra mundial eu perca o meu outro canal o hoje na segunda guerra mundial. Vídeos novos todas as semanas cobrindo nos mais importantes conflitos da história clique no link aqui na descrição e se inscreva para acompanhar todos os lançamentos. Ontem dia trinta de dezembro o presidente Biden e o presidente Putin conversaram por telefone durante 50 minutos uma conversa cujo objetivo era o de aliviar um pouco as tensões e preparar o caminho para as cimeiras previstas para Janeiro. No entanto ao contrário do esperado nenhum pré-acordo foi alcançado e as tensões continuam ao mesmo nível em que estavam. A conversa começou com o presidente Biden dizendo que se a Rússia não desinstalar as tensões na fronteira ucraniana através de uma drástica redução no número de soldados e que de acordo com os Estados Unidos é de mais de 120 mil, nenhum tipo de acordo poderá ser alcançado entre os Estados Unidos, a OTAN  e a Rússia, com o presidente Biden fazendo questão de destacar que não tem intenção de instalar armas de longo alcance na Ucrânia, como mísseis balísticos, mas garantiu que qualquer agressão russa contra a Ucrânia será respondida de forma extremamente dura. Considerando o fato de que os Estados Unidos e a OTAN já garantiram que não enviaram tropas para a Ucrânia em caso de invasão russa, essa resposta dos Estados Unidos deve vir sob a forma de sanções e do envio para Ucrânia de armas, suprimentos e apoio financeiro, tudo com o objetivo de evitar uma vitória rápida da Rússia transformando a invasão em uma guerra por procuração longa e desgastante que é algo que é Rússia nesse momento ainda se recuperando de uma grave crise econômica, não é capaz de sustentar. Se somarmos a esse cenário de guerra longa as tais sanções prometidos pelo presidente Biden, o impacto econômico tem o potencial de ser desastroso na Rússia. Com relação e especificamente as sanções é importante notar que nesse momento a Rússia já sofre pesadas sanções dos Estados Unidos e da União Europeia com fontes dizendo que a intensificação dessa sanções poderá significar a expulsão completa da Rússia do sistema financeiro global. De acordo com o porta-voz do Kremlin o presidente Putin que respondeu imediatamente a essa ameaça de novas sanções, dizendo que seria um erro catastrófico eu gostaria consequências aos nossos descendentes. Uma referência indireta à possibilidade de uma guerra em larga escala em resposta a aplicação de sanções ainda mais duras contra Rússia. O presidente Putin em frisou novamente a necessidade de um amplo acordo para limitar a expansão da OTAN em direção as fronteiras do seu país um acordo que deverá também limitar a presença de certas armas na Europa Oriental. É importante lembrar que uma das exigências feitas pelo presidente Putin em alguns dias era a retirada de toda e qualquer presença Militar da OTAN de 10 países do leste europeu. Uma exigência que a Polônia e os três países bálticos os países que seriam mais afetados classificaram como sendo ridícula após a conversa telefônica que durou 50 minutos. A Casa Branca disse que ambos os líderes reconhecem que há áreas em que acordos poderão ser alcançados e que a áreas em e serão impossíveis não chegando a esclarecer que áreas seriam essas. Do lado de Moscou a declaração posso conversa telefônica envolveu a garantia por parte do presidente Putin de que a Rússia não tem intenção de atacar a Ucrânia mas que fará de tudo para garantir que a OTAN não se expandem ainda mais em direção as suas fronteiras o que envolve obviamente a proibição da entrada ucraniana na Aliança. Um porta-voz do kremlin disse ainda após a reunião dos dois líderes que o presidente vai pareceu compreender a preocupação da Rússia com relação a OTAN. A Casa Branca disse que a reunião foi produtiva no entanto como ficou evidente pela análise da conversa nenhum acordo ou pré-acordo foi alcançado com nenhum dos líderes cedendo um milímetro sequer e se limitando a fazer as mesmas exigências repetidas ao longo das últimas semanas. O presidente Putin e eu toda aquela atenção a volta da Ucrânia com a crise dos mísseis cubanos em 1962 quando a União Soviética implantou mísseis nucleares em Cuba em resposta a implantação de mísseis nucleares dos Estados Unidos na Turquia e na Itália. Naquela crise em 1962 o mundo esteve muito perto de uma devastadora guerra nuclear algo que as cimeiras previstas para Janeiro tentaram evitar agora em 2022 o que já sabe que você quer estar sempre bem informado sobre essas e outras notícias do mundo militar. Siga o canal pelo Twitter telegram Facebook e Instagram. Os links Estão todos aqui na descrição e se gostou do vídeo e se querem incentivar o canal não se esqueça de deixar aqui o seu like e de compartilhar com seus amigos e confira também as incríveis novidades da loja além de adquirir aquele presente super bacana ainda estará apoiando o diretamente o projeto do hoje no mundo militar o link da loja está aqui na descrição.

×

Мы используем cookie-файлы, чтобы сделать работу LingQ лучше. Находясь на нашем сайте, вы соглашаетесь на наши правила обработки файлов «cookie».