image

Poema "Frutos" de Eugénio de Andrade

Poema "Frutos" de Eugénio de Andrade

Frutos Pêssegos, pêras, laranjas, morangos, cerejas, figos, maçãs, melão, melancia, ó música de meus sentidos, pura delícia da língua; deixai-me agora falar do fruto que me fascina, pelo sabor, pela cor, pelo aroma das sílabas: tangerina, tangerina. Eugénio de Andrade

Eugénio de Andrade foi um poeta Português, nasceu na Póvoa de Atalaia a 19 de Janeiro de 1923 e morreu no Porto a 13 de Junho de 2005.

Eugénio de Andrade was a Portuguese poet, born in Póvoa de Atalaia at 19 of January of 1923 and died in Porto at 13 of Jun of 2005.



Quer aprender uma língua?


Aprenda com este texto e milhares como ele no LingQ.

  • Uma vasta biblioteca de aulas de áudio, todas com texto correspondente
  • Ferramentas de aprendizagem revolucionárias
  • Uma comunidade de aprendizagem global e interativa.

Linguagem de Aprendizagem online @ LingQ

Poema "Frutos" de Eugénio de Andrade

Frutos fruits Pêssegos, pêras, laranjas, morangos, cerejas, figos, maçãs, melão, melancia, ó música de meus sentidos, pura delícia da língua; deixai-me agora falar do fruto que me fascina, pelo sabor, pela cor,   pelo aroma das sílabas: tangerina, tangerina. Eugénio de Andrade

Eugénio de Andrade foi um poeta Português, nasceu na Póvoa de Atalaia a 19 de Janeiro de 1923 e morreu no Porto a 13 de Junho de 2005.

Eugénio de Andrade was a Portuguese poet, born in Póvoa de Atalaia at 19 of January of 1923 and died in Porto at 13 of Jun of 2005.

×

Nós usamos os cookies para ajudar a melhorar o LingQ. Ao visitar o site, você concorda com a nossa política de cookies.