Testemunhos

LingQ é mais do que um serviço - é uma comunidade. Aqui está o que os nossos membros dizem sobre o seu tempo com LingQ.

  • Ontem eu estava na "Barnes and Noble" e esta pobre garota precisaria de um carrinho para carregar todos os livros de verbos e vocabulários em Espanhol que ela estava prestes a comprar. Eu perguntei a ela se ela estava começando a estudar Espanhol. Eu imaginei que talvez ela fosse uma professora e estava comprando todos aqueles livros para os estudantes dela. Ela disse que ela era uma estudande de primeira viagem, então eu intercedi. Eu disse a ela para devolver os livros e para pegar um pedaço de papel e escrever: www.lingq.com. Eu disse a ela que eu era fluente em Espanhol, mas infelizmente eu havia aprendido Espanhol da mesma forma que ela estava prestes a fazer.

    Eu também disse a ela que eu estava utilizando o seu sistema para aprender Francês e Chinês e que eu estava fazendo mais progresso do que nos 10 anos de estudo formal em cursos de Espanhol. Ele colocou todos os livros de volta e saiu curiosa para ver o LingQ. Isso me fez rir por que ela foi da ansiedade, com um monte de livros nos braços, para a certeza, conforme eu disse a ela, de aprender uma língua de uma forma mais natural. Eu, com certeza, não quero desbancar a "Barnes and Noble", mas, ainda mais, eu não quero ver aquela garota frustrada com a forma com que a língua espanhola tem sido ensinada. Achei que você gostaria de saber!  

    Drake Smith, Minneapolis, E.U.A.

  • Primeiramente, eu quero agradecer às pessoas que criaram o sistema LINGQ. Por muitas vezes eu tentei continuar estudando Inglês, mas o único jeito que eu conhecia era estudando gramática e vocabulário, e eu isso sempre terminava mal. Isso por que era chato e também eu não encontrava nenhum reforço e eu não via nenhum efeito positivo em meu Inglês em geral.

    Eu também tentei fazer "listening" assistindo a filmes e ao noticiário em Inglês, mas isso não ajudou muito também. Por que eu não podia entender todo o contexto e as coisas que eu não compreendia permaneciam as mesmas. Quando eu fui apresentado ao LingQ, estudar Inglês tornou-se um fascinio para mim. Eu agora gosto de estudar Inglês, e eu não quero ficar com isso só para mim, LingQ funciona muito bem, e eu quero compartilhar minha esperiência com meus amigos.  

    Levent Ozder MD, Istambul, Turquia

  • Na verdade, eu sou um caloiro no colégio aqui na América (no meu terceiro ano de Espanhol) e não sou capaz de falar Espanhol. Eu comecei a utilizar LingQ de forma séria àcerca de 4 mêses atrás. Agora eu sou capaz de conversar (não totalmente de forma fluente, mas de forma proficiente) com meus amigos (eu vivo no sul do Texas e lá há muitos falantes de espanhol com quem conversar e escutar).

    Eu acho isso engraçado. Eu tinha estudado Espanhol na escola por dois anos e meio e nunca progredi (eu tinho uma média de 97 por semestre) e sómente com 4 mêses de LingQ, eu já progredi muito!!!

    Portanto, eu acredito que o método de aprendizado em casa funciona muito melhor, pelo menos para mim. (Pena que eles não tenham aulas utilizando o LingQ na escola). LingQ me fez gostar de aprender, diferente da escola onde eu não suportava. No futuro, eu planejo aprender mais línguas com o LingQ. Eu não poderia aplaudir o seu sistema o suficiente!!!

    P.S. Obrigado por você ter criado o LingQ!  

    Daniel Reiter, Corpus Christi, Texas, E.U.A.

  • Desde a última vez que falei com você há dois meses consegui fazer com que dois amigos e meu pai assinasse ao LingQ! Eles ficaram impressionados com o site e isto fez com que revigorassem suas paixões por idiomas após 7 anos de aprendizagem extintas com exercícios de compreensão monotonos e currículos tediosos. Eu acabei de terminar a leitura de seu livro, "The way of the linguist", e posso dizer que foi muito inspirador. Eu estou pessoalmente muito interessado em entrar no (Britânico) Serviço Diplomatico e sua seção no Serviço Diplomático Canadense foi muito interessante. A seção final do caminho para aprender um idioma definiu minha maneira de estudar idiomas e já estou anunciando meus resultados mesmos depois de somente uma semana com o uso do método.Muito obrigado por tudo que tem feito para re-incorajar os estudantes de idiomas como eu.  

    David Machin, UK

  • Mais uma coisa... prova de que o sistema LingQ funciona é que eu atualmente estou tomando aulas intensivas de português na minha universidade (UC Berkeley). É um curso avançado de português para pessoas que conhecem outros idiomas latinos mas que são iniciantes no português, de forma que ele avança rápido e é conhecido por ser difícil. Muitos estudantes estão tendo grandes dificuldades, mas porque eu aprendi tanto português por contra própria com LingQ, durante o verão eu tenho passado facilmente nos exames gastando pouquíssimo tempo com tarefas e exercícios sem sentido que eles querem que nós façamos. Apenas me familiarizando com o idioma, lendo e ouvindo, eu venho adquirindo um intuição quase natural para o que parece certo no idioma, então eu posso me dar bem nas aulas sem ter que estudar! É bom para mim e para minha nota final e, no geral, eu acho que isso prova que aulas são desnecessárias!  

    Janna Melissa, Califórnia, EUA

  • Eu não tenho a certeza de a quem mais deva escrever, mas eu tinha que lhe dizer o quão maravilhoso este site é. LingQ é incrível. Eu estudei línguas durante uns longos anos e usei muitos métodos diferentes, mas este é o melhor.  

    Seth Anderson, Tempe, AZ

  • I just want to tell you I absolutely love your program!! I discovered LingQ from the Youswoop website. They offered a promotion for a reduced price for the 6-month upgrade. Before purchasing I decided to explore the LingQ website. I was throughly surprised to find the website was free! I always had trouble learning a new language and would soon lose interest or patience. Within 1 day of using the program I was hooked! It was enjoyable and I kept coming back. I instantly went back to Youswoop and purchased the upgrade. I love the multiple study tools and the app for my android so I can practice on the go! I am currently learning Spanish, but I can't wait to learn many more! Keep up the great work, I look forward to the great quality and future improvements! Thank you!

    Jayme Becerra, Frankfort, Illinois

  • 頑張ってください! Honestly even after living in Japan for many years and I tried everything. It was LingQ that really gave me the skills and confidence I needed to be confident in my skills. I even ended up working in a Japanese company where nobody spoke English. So you can do it!

    Val, Japão

  • Muito obrigado pelo maravilhoso site. Eu realmente aprecio cada Lição. Eu posso melhorar minhas habilidades para falar tão rápido. Todos deveriam conhecer vocês. Eu enviei o endereço para o meu irmão e o encoragei a se inscrever no site. Ele é iniciante. Mas eu acredito que o Inglês dele estará melhor em breve.  

    Le Linh, Vietname

  • Eu tenho sido um professor ESL por 1 ano e tenho estudado coreano no últimos 6 meses e eu preciso admitir pesquisando em todos os lugares e testando coisas diferentes, eu descobri que LingQ é a melhor ferramente para aquisição de uma língua. Ser capaz de escolher e mesmo de importar seu próprio conteúdo é uma vantagem enorme sobre qualquer outro sistema de aprendizagem de idiomas por aí. As escolhas são postas nas mãos do aprendiz assim como seu progresso pessoal. Aqui é aonde eu encontro muita motivação. Eu gosto de ver minha estatísticas e compará-las com as de outros usuários do sistema. Isso me faz me sair melhor, assim como me mantém disciplinado (Eu percebo quando eu ultrapassei minhas metas, ou quando eu estive inativo, precisando de apertar mais o passo). No fim das contas eu tenho certeza de que LingQ fuciona porque eu posso ver meus progressos através do avanço do contador de palavras e de LingQ's criados. up.  

    Edwin Chan, Nova Zelândia

  • Eu utilizo cerca de 80% do meu tempo de estudo apenas para ouvir os conteúdos da biblioteca do LingQ, enquanto cozinho. O restante do tempo, eu utilizo no site, lendo e revendo o vocabulário. Em um ano, minha média no teste TEOIC aumentou de 500 para 800 pontos

    Sete anos atrás, eu fiz este teste pela primeira vez. Como a empresa do meu marido encoraja todos os empregados a aprender algo que os interessa, ele escolheu estudar Inglês. Depois de terminar o curso dele, ele tentou o teste TEOIC para verificar o quanto o Inglês dele havia melhorado. Eu não me recordo da média que ele conseguiu, mas devia ser algo em torno de 550 pontos. (Minha matéria preferida no colégio era Inglês.)

    Dois anos atrás, depois de dar a luz a meu segundo bebê, eu tive vontade de estudar Inglês novamente. Eu comecei comprando revistas para estudantes de Inglês. Ajudava a melhorar o vocabulário mas eu esquecia a maioria deles logo. Então eu procurei na Internet por melhores formas para se aprender Inglês. Eu queria escutar conversas reais entre falantes nativos, não de novos falantes. Então, por acaso, eu encontrei o site 'The Linguist' (agora LingQ) e decidi utilizá-lo. Desde então, eu adoro estudar Inglês todos os dias. Há vários tipos de conteúdo nas seções da biblioteca. Eu apenas escolho um conteúdo que me interessa. É divertido procurar novas palavras no dicionário por que eu escolho fazer isso e eu quero entender o que os falantes estão dizendo. Eu fico muito satisfeita quando pego todo o significado das novas palavras. Depois disso, eu ouço o mesmo conteúdo muitas vezes enquanto cozinho e faço as coisas da casa. Algumas vezes eu fico susurrando algumas frases na cozinha, o que parece um pouco estranho.

    Neste ano, eu fiz o teste TOEIC pela primeira vez em sete anos. Minha média foi 800. Isso é maravilhoso. Eu não esperava tanto assim. Eu gosto de estudar Inglês mas não estudo Inglês para fazer testes. Desta vez eu não estava estudando para este teste. Eu acredito que LingQ vai me conduzir para os 900 pontos no próximo teste TOEIC.  

    Akiko, Fukui Pref., Japão

  • No Brasil, nós estudámos Inglês por 7 anos, duas vêzes por semana, na escola (dos 11 aos 17 anos). Dos 13 aos 17 anos, eu fiz um outro curso de Inglês paralelo, com mais 3 horas por semana. Eu sempre fui considerada uma excelente aluna, e minhas médias sempre foram entre 90 e 100%. Eu gostava de estudar Inglês, e eu sempre fiquei fascinada com a idéia de algum dia eu poderia entender um filme, lêr um livro e falar fluentemente, em Inglês. Mas isso nunca aconteceu... meu Inglês mal servia para ler artigos técnicos que eu precisava para o meu desenvolvimento profissional. E portanto, na primeira vêz que o meu orientador na graduação me pediu para lêr um artigo técnico de 5 páginas, eu precisei de quase um mês para conseguir responder alguma coisa sobre o artigo. A pior coisa não é passar de 6 a 10 anos estudando. O fato mais aterrorizante é que no final de tudo isso, você não consegue fazer quase nada de verdade com a linguagem. No ano passado, eu decidi, com raiva, que eu deveria estudar Inglês sózinha todos os dias até que eu me tornasse fluente. Eu estava procurando materiais na Internet, mas eu não sabia exatamente como utilizá-los. Então, dois mêses depois de eu ter tomado aquela decisão, eu encontrei o site LingQ, comecei a usá-lo e aprendi mais em 10 mêses do que nos 25 anos anteriores. Agora eu escrevo artigos técnicos, e além de serem aceitos para publicação, são elogiados por estarem bem escritos. Então, eu não tenho dúvidas que Steve encountrou o método certo para o ensino/aprendizagem de línguas e que a grande maioria dos professores de línguas estrangeiras simplesmente não sabem o que eles estão fazendo. Embora eu saiba que eu ainda não finalizei meus estudos do Inglês ainda, eu estou muito feliz com o meu desenvolvimento, mas muito contrariada também, quando eu penso nas passoas que ainda estão utilizando métodos inúteis e ultrapassados, e quando isso é tão evidente que eles não funcionam.

    Ontem eu fiz uma entrevista. E apesar da minha gripe e da qualidade ruim do som do telefone, eu consegui. Eu conversei muito (40 minutos!), sobre o meu trabalho, minha vida profissional, meus planos para o futuro, meus objetivos profissionais (obrigado, Helen!!), liderança e modelos.

    Que experiência! Apesar de eu não saber se o entrevistador gostou das minhas respostas. Eu estou certa de que ela as entendeu, apesar de pequenos enganos que eu certamente cometi. Eu finalizei a entrevista muito feliz e orgulhosa de mim mesmo. Então, eu gostaria de agradecer a vocês todos pela aulas de conversação e encorajamento na semana passada. Um agradecimento especial para você, Steve, que é o responsável por trazêr esta maravilhosa ferramenta de aprendizado chamada LingQ para a realidade!  

    Ana Lopes, Belo Horizonte, MG, Brasil

  • Olá, Steve,

    Eu estou me permitindo escrever a você em Francês desde que eu ouvi a sua entrevista no rádio e o seu Francês é impecável! Eu descobri o seu blog e eu parabenizo você pela sua iniciativa. O seu blog e o método LingQ são recursos inestimáveis. Você abre caminho, você é um inovador (o que não é sempre fácil num mundo muito tradicional de ensino de línguas ...). Tiro o meu chapéu! Eu planejo comprar o seu livro. Eu estou fascinada por seus achados!

    Eu sou uma instrutora de Francês como segunda linguagem em Montreal: www.enjoyspeakingfrench.com. Eu raramente ensino gramática e tal. (Eu preciso encontrar outra palavra para professor ou tutor para descrever o que eu faço). Eu adapto para os meus clientes, as necessidades deles, os problemas deles (a maioria dos meus clientes vem estudando por muitos anos em escolas tradicionais antes de chegarem até mim. Eles são raramente iniciantes, mas eles são literalmente bloqueados). Eu crio com eles planos de ensino dinâmicos e eu recomendo recusos e atividades apropriadas para o estilo de aprendizagem deles, os objetivos deles, modo de vida. Eu descubro o que está bloqueando o aprendizado deles e os ajudo a não mais terem medo de falar Francês. (É um medo de verdade para muitas pessoas que tem sido aterrorizadas pelo estudo de gramática.) Eu os ajudo a esquecer a perfeição e a se arriscarem um pouco nas comunicações de cada dia e ter fé no potencial deles. Minha missão é desbloquear o potencial das pessoas para falar Francês!

    Em Montreal há muitas pessoas que fazer cursos de Francês por anos, mas nunca aprenderam realmente a falar, integrar o conhecimento ganho em seus cotidianos (no meu website você encontrará um artigo sobre isso na sessão 'News'). O conteúdo dos seus vídeo blogs são muito inspiradores (minha experiência e minhas observações pessoas me levam as mesmas conclusões com relação ao ensino/aprendizagem de línguas estrangeiras). Eu falarei + de você e recomendarei calorosamente o seu métodos para todos os meus clientes. Em breve eu colocarei uma séria de videos no Youtube, e estarei encorajando as pessoas a visitarem o seu blog e a utilizarem o LingQ, se você não se importar!

    Obrigado pelos seus esforços. Você realmente faz um trabalho soberbo, Steve. Isso é admirável. Muito obrigado!  

    Sylvie Bouchard, Montreal, Canadá

  • Eu pertenço ao site desde o final de Julho passado. Minha prioridade é dominar o inglês. Isso é bem fácil por causa da enorme quantidade de conteúdo que pode ser encontrado no LingQ. Em poucas palavras, o site é fantástico. Eu ganhei confiança em mim mesmo e eu melhoro todo dia. Antes, eu pensava que eu e inglês éramos uma causa perdida. Bem, é melhor eu voltar aos estudos!  

    Cecile, Paris, França

  • Como um louco por idiomas, eu tenho investido muito tempo e dinheiro com materiais para o aprendizado de línguas durante os últimos dez anos e, para mim, nenhum sistema é tão completo como o LingQ. Um curso completo Pimsleur pode custar até mais do que US$900 (por língua) e deixa o aluno com um vocabulário limitado. LingQ, no entanto, oferece genuinamente uma oportunidade para o usuário DOMINAR tantas quantas 10 línguas. O site oferece um coleção de conteúdos, traduz diretamente novas palavras, comunicação com tutores, ajuda com a escrita e com a conversação e uma rede de apoio composta por companheiros aprendizes de línguas. A melhor coisas sobre o sistema LingQ é que há muita variedade de conteúdo, então você pode sempre trabalhar com um conteúdo que interessa e motiva você.  

    Adrian Rodriguez, Suécia

  • Do ponto de vista de alguém "dos negócios" (Eu sou professor de Alemão em uma faculdade já á 20 anos), Eu temo que as idéias de Steven Krashen, enquanto sendo recebidas inicialmente com algum entusiasmo, tenham sido largamente ignoradas por editoras de livros textos, por escritores e por alguns de nós engajados em salas de aulas. Como um professor de língua estrangeira que aprecisa estas idéias (e as usa - eu estou aprendendo Russo com o LingQ e ensinando a mim mesmo outras línguas, pré-LingQ, seguindo uma filosofia e um método de aprendizagem similar - eu estou profundamente impressionado em como Steve (Kaufmann) tem se apropriado destes idéias um tanto teóricas em seu website muito mais do que isso tem sido feito na profissão. Como professor, eu agora sou constantemente desafiado a modificar minha sala de aula para fazer o mesmo. Cerca de 7 anos atrás, eu descobri que se eu fosse alguém querendo aprender Alemão, eu nunca participaria das minhas próprias aulas, e desde então eu venho experimentando.  

    Jim, E.U.A.

  • A propósito, eu imaginei que você gostaria de ouvir que eu comecei recentemente a fazer muito do meu estudo de Espanhol utilizando o LingQ, simplesmente porque funciona muito bem para mim. Minimiza completamente o incômodo de fazer anotações em cartões ou em livros de vocabulários e torna fácil para mim aprender e relembrar palavras, sem nenhuma truque ou apoio para a memória que não funcionam a longo prazo.

    Foi interessante para mim descobrir que é uma coisa extremamente valorosa ter um sistema que me ajuda completamente organizando os meus estudos (sem falar que eu posso incluir os meus próprios conteúdos com um mínimo de esforço) e portanto dando-me o máximo de contato com a língua quando eu estudo sem distrações e sem ter que pensar onde eu deveria por cada cartão, qual livro, CD ou MP3 eu deveria ouvir e onde eu deveria por isso. É simples, mas para os estudos que eu quero fazer, eu não preciso de nada mais. Muito bom.  

    Glaser, atualmente em Sevilha, Espanha (originalmente Southampton, Inglaterra)

  • Já há alguns anos que eu venho procurando e experimentando diferentes métodos com alunos do ensino médio (idades de 14 a 19), provavelmente pelas mesmas razões. Estando insatisfeiro com o predominante método chamado comunicativo que na verdade não é nada mais do que a velha gramática e traduções combinadas com diálogos ineficazes em CDs e livros textos com conteúdos nada interessantes, eu procurei na internet e encontrei vários artigos de Greg Thomson em www.sil.org, nos quais eu fui apresentado às ideias de Stephen Krashen's.

    Proporcionar aos estudantes fontes compreensíveis de estudo foi um grande desafio, especialmente para a língua francesa. O principal problema provou ser as mudanças na sala de aula e a motivação dos estudantes, que na verdade não esperavam nada melhor do que eles já haviam conseguido até então, para aumentar o nível de resposabilidade por seu próprio aprendizado. Graças aos artigos do blog de Steve Kaufmann e a meu próprio trabalho com o LingQ, eu me tornei muito mais eficiente em convencer pelo menos parte de meus alunos do quão efetivo 'listening' e 'reading' podem ser em qualquer estágio do processo de aprendizado.

    Antes eu me deparei com a 'aprendizagem passiva' nos livros de Vera Birkenbihl. Ela elaborou sua própria metodologia de aprendizagem de línguas (entre outros campos de aprendizagem) no final de 1980. Ela, na verdade, defendeu a tradução de palavra-por-palavra associado ao 'listening' ativo (muito parecido com o método LingQ) como um primeiro passo. Ela chamou isso de 'decodificação'. Ela é contra o ensino/aprendizagem formal de vocabulário e gramática. O próximo passo é "listening" passivo (sem leitura) e apenas após o material ter sido completamente compreendido/adquirido que ela sugeria produção (conversação ou escrita) de acordo com os requisitos do estudante

    O método da Sra. Birkenbihl é muito bom tão logo você tenha decodificado textos e gravações. Eu experimentei este método por algum tempo, mas então encontrei os cursos Assimil, que eram fáceis de usar, por que não havia necessidade de eu ter que traduzir palavra-por-palavra. Por outro lado, eu não encontrei conteúdo tão interessantes nos cursos Assimil. Eu ainda me beneficio muito de ambos os métodos. Contudo, tudo isso é difícil de usar na sala de aula.

    Com a metodologia LingQ eu encontrei algo como um 'link perdido'. Conteúdos interessantes e arquivos mp3, cartões instantâneos (os quais eu tenho usado no computador e fora dele na forma de papel) juntos com a possibilidade de comunicação com outros estudantes e com um tutor.

    Meu mais recente experimento de aprendizagem foi aprender um pouco de Sueco com o poder do 'the linguist' que tem sido uma experiencia muito gratificante. Eu estou usando o LingQ principalemten para aprender Russo e Francês, mas eu estou tentando continuar com o aprendizado do Sueco também.  

    Reinhard, Hausleiten, Áustria

  • Eu fiz o exame de TOEIC no final do mês passado após muitos meses de leitura e escuta no sistema LingQ. Aquele foi meu sétimo exame de TOEIC nos últimos 16 anos. Eu normalmente ultrapassava o tempo do exame na seção de leitura e gramática, mas desta vez eu sentí que tudo foi mais fácil do que nunca e eu tive mais 10 minutos disponíveis quando finalizei minha folha de respostas. Lá haviam algumas questões que precisei pensar mais um pouco, mas quanto ao resto eu sentí a resposta correta e respondí conforme minha intuição. Eu acredito que isso ocorreu devido a minha intensa exposição ao Inglês natural o qual não é fornecido por exames preparatórios.Claro que precisei checar alguns pontos de gramática antes do exame, mas na maior parte do tempo eu curtí minha leitura. Essa experiência realmente me ajuda a manter minha motivação. Não vejo a hora de ver minha pontuação no exame de TOEIC que será enviada no final deste mês.

    Obrigado.  

    Val, Japão

  • Utilizando o sistema LingQ nos últimos mêses, eu achei o sistema incrivelmente simples, fácil de utilizar e um meio prazerozo de estudar e adquirir uma linguagem. Não apenas isso, ele também permite imersão na linguagem desde o primeiro dia e torna rápido a familiarização com ele; coisa que o ensino tradicional de línguas não fornece de tão efetivo, ou eficiente em termos de custo. E afortunadamente este processo completo na verdade requer muito pouco esforço.

    Por ser um método natural e essencialmente sem esforço bem como de acesso mundial, através do mundo virtual que é a Internet, LingQ oferece um produto atrativo e apelativo com o potencial para se dar bem em paises como a Nova Zelandia, onde conhecimento de uma língua estrangeira não é a norma. Eu sou afortunado e grato por ter descoberto o LingQ e o recomendo para todos com o mínimo de interesse em línguas estrangeiras!  

    Chris, Nova Zelândia

  • Estou certo de que você recebe milhares destas mensagens por dia mas eu apenas gostaria de dizer que eu realmente aprecio o seu conhecimento e a sua paixão por línguas. LingQ é absolutamente brilhante e é algo extremamente único. Você esta verdadeiramente fazendo algo maravilhoso por todos os estudantes de línguas estrangeiras. Obrigado por seu tempo, e mais uma vez obrigado por tudo que você tem feito pela comunidade de estudantes de línguas estrangeiras.

    É assim que eu utilizo o LingQ. Eu primeiro baixo vários audios e salvo os textos que correspondem aos audios Eu imprimo os textos e coloco os audios em um tocador mp3 e desta forma eu tenho o sistema LingQ em todos os lugares em que eu vou! As pessoas me perguntam toda hora como é possível que eu consiga estudar uma língua sem ir a escola e tudo o que eu faço é puxar o texto e o tocador mp3 e fazer uma pequena demonstração. Eu conto as pessoas que eles conseguirão entender as palavras e frases sem sentido simplesmente ouvindo e lendo o texto algumas vezes. É uma coisa muito legal quando você esta aprendendo sem esforço e eficientemente ao mesmo tempo. Eu encorajo as pessoas a tentar o LingQ pela efetividade e que o homem por trás da cena é verdadeiramente original e absolutamente apaixonado por ensino/aprendizagem de línguas. Simplesmente siga as instruções básicas no LingQ e você estará aprendendo rapidamente.

    Eu não irei parar nunca de utilizar o LingQ haha!  

    Robbie Thuyns, Arizona

  • Hi, I’m Frances from the Philippines. I have just signed up for LingQ to learn French language. Thanks for creating this site. It will really help a lot of those who intend to learn new foreign languages. Thanks so much and keep up the good work!  

    Frances, Filipinas

  • Só por diversão, eu resolvi dar uma olhada num livro-guia para o teste de proficiência em francês aqui do Japão. Eu consegui responder a quase todas as questões sem nunca ter estudado gramática. Eu tenho estudado somente aqui no LingQ.  

    Val, Japão

  • ...se eu tivesse conhecido LingQ desde o primeiro dia que comecei a estudar, eu acredito que estaria muito mais a frente do que estou agora. No entanto, não posso reclamar por que agora eu o descobri e irei aprender muito mais rápido e de forma eficiente...  

    Lily do "Apaixonado Por Lisboa"

  • Olá Jill, Steve e Mark! Eu adoro seus podcasts e gosto muito de escutá-los. É muito divertido quando vocês estão sorrindo, o que não o torna monótono. Então, muito obrigado por tudo. :)  

    Estoniano

  • Apenas queria dar-lhes um curto feedback do vosso Podcast que eu tenho estado a ouvir às 6 am enquanto passeava o meu cão numa escura floresta Suíssa! Eu adorei!! E fui direita para começar a practicar o meu Inglês (com a Anne das Janelas Verdes, giro). Eu farei um upgrade assim que tiver tempo - eu quero mesmo melhorar O meu Inglês e o vosso método dão-se mesmo muito bem - Obrigado mil vêzes. Feliz Natal e o que houver de melhor para 2008 (isto não soa bem em português; em Alemão é: vom Moglichen das beste!)  

    Annelise, Herzogenbuchsee, Suíça

  • Muito obrigado pelo excelente artigo sobre organizando uma apresentação. Eu uso LingQ há várias semanas e estou muito feliz com o progresso que venho tendo. Eu estava muito iludido com meu progresso no passado. Agora eu tenho LingQ na minha barra de navegação, e eu a incluí na minha rotina matinal e ao mesmo tempo eu leio os meus e-mails e as notícias. Eu recomendo o seu programa para diversas pessoas. Eu também gosto muito do seu blog o qual me ajuda a me manter motivado . Outro dia eu comentei com meu filho que Steve Kaufmann é meu novo guru. Muito obrigado mais uma vez.  

    Jeanne Sloane, Petaluna, California

  • Eu tive alguns anos de Francês no ensino secundário, o que, claro, não me levou a lugar nenhum. Apesar de obter um B no CGES ( Certificado Geral de Ensino Secundário ), eu era incapaz de conduzir uma simples conversa em Francês. Eu estava distante do idioma francês por 15 anos, até o verão de 2006, quando retomei os estudos. Era muito difícil pra mim pois na minha área não haviam falantes franceses, e eu só podia passar uma parte do meu tempo estudando. Eu entrei em LingQ no verão do ano de 2007, e eu descobri uma melhora significativa após poucos meses, especialmente na leitura e na escuta.

    Semana passada visitei Ottawa, Montreal e Quebec no Canadá, pela primeira vez desde que começei a estudar francês novamente. Eu fiquei impressionado pelo fato de poder entender divesar conversações que giravam ao meu redor. Eu fiquei muito feliz em saber que eu estava capacitado a trocar idéias com falantes franceses de lá. O que eu achei mais chocante é que eu não consegui isso por memorização através de frases de livros de textos, e a conversação saia de forma muito natural pela minha boca.  

    Edwin, Toronto, Canada

  • This week is my one-year-anniversary of my new English learning at LingQ. Since late June of 2009, I have imported and shared 850 lessons, created 11380 Lings, read over 2,370,000 words and listened to English content for 385 hours! Wow! My progress snapshot shows it, too. I’d been enjoying English learning, but I’d never focused my learning on vocab nor had I read so many texts. I enjoy learning at LingQ, and watching my progress snapshot every day. This progress snapshot, the LingQ system and the LingQ community give me a lot of motivation to learn English. Thank you, LingQ!  

    Nobuo, Shiga, Japan

  • Olá, Eu sou o Seghir da Algeria. Eu vinha estudando inglês na escola por 11 anos e eu nunca tive grandes progressos, mas agora com LingQ tudo está diferente. Eu usei o sistema por apenas três meses e agora posso entender, escrever e até falar inglês muito melhor. O metódo LingQ é muito eficaz. Agradeço ao Steve, Jill e ao Mark e a todos os tutores , sem esquecer do Henry porque agora estou aprendendo francês e eu curto muito os novos podcasts franceses. Boa sorte e continue com o ótimo trabalho.  

    Seghir, Algeria

  • Há alguns meses atrás um amigo meu me disse que estava aprendendo espanhol. A primeira idéia que veio na minha cabeça, era se eu poderia encontrar livros de áudio para aprender o idioma também. Então encontrei um, e após 8 horas de escuta, eu já tinha alguma noção básica da estrutura da lingua espanhola. ( Um livro de audio muito, muito últil para começar a falar espanhol, do Michele Thomas. Ele mostra a estrutura da língua e não apenas frases comuns como " professores" costumam fazer ). No dia seguinte eu passei um monte de horas testando diversos programas de aprendizado de línguas até que encontrei lingQ.com. Eu agora gasto 30 horas estudando no total e posso ler a Wikipedia, jornais e outros artigos em espanhol quase que sem uso algum do dicionário ( bem, eu costumo olhar em torno de 1 a cada 50 palavras quando estou lendo artigos , e os importo para a área de trabalho do LingQ ). Eu acho LingQ muito últil. Ele realmente me poupa tempo e me faz sentir mais confiante sabendo que tenho tudo o que preciso para aprender em um só lugar (artigos que eu lí, que eu pretendo ler, dicionários, cartões instantâneos, etc.) tudo na mão.

    Eu apenas gostaria de escrever para dizer muito obrigado à equipe LingQ :-) Vocês tiveram uma excelente idéia e fizeram um excelente trabalho. Continuem sempre assim! ;-)  

    Lituano

  • Eu fui programador por 20 anos da minha vida e sempre apreciei o software com bom design.  

    Nancy Christian

  • Eu gostaria apenas de dizer que adoro esse programa. Eu acredito que se você tivesse encontrado um meio de desenvolvê-lo da mesma forma que a Rosetta Stone está comercializando, você realmente teria algo impressionante. Eu também estou aprendendo russo e gostaria de te dizer que eu adoraria te ver "explicando seu site em russo". Спасибо. Пока!  

    Kennick Hensley, Ohio, USA

  • Que trabalho maravilhoso vocês fizeram com o design do LingQ. Hoje passei mais de três horas no LingQ atualizando meus Cartões Instantâneos ( dicas/frases ) e foi ótimo! O tempo passou muito rápido. Foi fácil, rápido e divertido. Tudo estava na palma da minha mão. Sem dúvidas, " O melhor sistema de aprendizado de idiomas já feito ". E eu posso te dizer que passei muito tempo pesquisando na internet , tentando encontrar alguma coisa parecida sobre aprendizado de linguas online. Parabéns!  

    Humberto, London, Canada

Aprendendo Idiomas, simplesmente.